‘Medo de morrer não é normal’, escreveu professora antes de morrer por covid em SC

Mari era professora de inglês no município de Jaraguá do Sul e lecionava há 33 anos.

A professora de inglês Mari Neiva Rodrigues dos Santos, de 52 anos, que morreu em consequência da covid-19, fez postagens nas redes sociais informando amigos e familiares sobre o seu estado de saúde assim que foi diagnosticada com o vírus.

No dia 13 de maio, ela postou “O Corona nos pegou, eu e meu pai. Eu sempre me cuidei…”

Em 17 de maio também fez relatos sobre os sintomas da doença e em 20 de maio fez a última postagem. Ela falou que estava com muita tosse, usando oxigênio e também sonda e relatou: “Sem forças”. Enquanto tratava os sintomas da doença ela também relatou medo.

“Dor não é normal. Febre não é normal. Dificuldade para respirar não é normal. Medo de morrer não é normal. Cuidem-se todos”, escreveu.

Após suas postagens, amigos pediram orações para a professora e o pai dela. Segundo a secretaria de educação de Jaraguá do Sul, a professora estava sob atestado médico desde o dia 3 de maio.

Ela morreu na última terça-feira (1º). Amigos e familiares lamentaram a morte de Mari Neiva.

“Minha amiga Mari Neiva Dos Santos partiu. Tanto medo tinha dessa doença, tanto esperava por sua aposentadoria para não ter mais que se expor ao vírus na sala de aula. Tanto esperou por essa vacina. Mas não chegou a tempo”, publicou uma amiga da professora em rede social.

A prefeitura da cidade não informou sobre a atual situação de saúde do pai da professora.

Até esta quinta-feira (3), Jaraguá do Sul contabiliza 27.369 confirmados, 739 ativos, 26.308 recuperados e 322 óbitos.

Total
0
Shares