Polícia atua em dois casos de Maria da Penha

Avatar
O primeiro deles foi na sexta-feira (19) por volta das 12h10min, onde equipes da PM de Canoinhas foram acionadas até a rua Miguel Schiell Sobrinho, para atender uma ocorrência de violência doméstica contra a mulher.
No local, os militares estaduais conversaram com uma mulher, que relatou que se marido chegou em casa embriagado e começou a ameaçar sua filha de morte; momento em que os mesmos entraram em vias de fato, que resultou em uma lesão na cintura do homem.
Em seguida, fugiu de casa, sendo localizado posteriormente por uma equipe PM, que deu ordem de parada, mas não foi obedecida. Foi necessário uso de força para conte-lo. 
Durante a abordagem, o homem ainda desacatou os policiais e ainda disse que faz parte de uma facção criminosa. Diante dos fatos, o homem foi preso em flagrante pelos crimes de violência doméstica, desacato e desobediência. 
O homem ainda chutou a caixa da viatura, amassando a grade da viatura.

O segundo ocorreu na noite de domingo (21), por volta das 18h50min, equipes da PM de Canoinhas foram acionadas via COPOM 190 para se deslocar até a rua Alfredo Bachmann, bairro Sossego, para atender ocorrência de violência domestica contra a mulher (Maria da Penha).
No local, os militares encontraram vestes da vitima espalhadas pela rua. A mesma estava escondida na casa de sua mãe. O seu companheiro estava visivelmente embriagado e alterado. Diante dos fatos, os policiais deram voz de prisão ao jovem por violência domestica contra a mulher (Maria da Penha).
Total
0
Shares