Funcionário da prefeitura de Canoinhas é preso por embriaguez e porte ilegal de arma de fogo

Na madrugada de sábado (13), por volta das 5h, operadores do COPOM verificaram nas câmeras de monitoramento da Polícia Militar  que um homem estava chutando a porta do pavilhão da Igreja Matriz Cristo Rei e em seguida entrou em um veículo EcoEsport, seguindo pela Rua Caetano Costa.

Uma equipe da PM foi acionada para a rua central, onde avistaram o veículo trafegando em zig-zag. Assim que passou pela guarnição, foi iniciado o acompanhamento, acionando giroflex e sirene com intenção de para-lo.

Após insistência,  o veículo parou na Rua Caetano Costa, ao lado da Indiana Frutas e Verduras.

De acordo com a PM, após dado ordem para que descesse do veículo, o condutor abriu a porta mas parecia não entender o que os policiais falavam apesar da ordem ser bem clara: descer do veículo, por as mãos sobre a cabeça, vir até a traseira do veículo.

Ele ficou olhando por algum tempo, pro nada, e saiu cambaleante, com desordem nas vestes. Nesse momento a guarnição constatou que o condutor de fato estava embriagado.

Foi realizado busca pessoal e veicular sendo localizado no veículo uma  pistola Taurus Calibre 380, carregador de arma (três unidades) e munição (20 unidades).

A arma estava embaixo do banco do motorista, carregada com 15 munições no carregador, outro carregador municiado com 05 munições. Também foi localizado dois facões.

Com o homem foi localizado R$ 2.430,00 em espécie,  uma faca pequena e um \”soco inglês\” (no bolso).

Arma de fogo, arma branca, munições, carregadores, dinheiros e objetos que foram apreendidos de posse com o detido.

Foi oferecido o etilômetro ao condutor porém negou-se ao teste, sendo novamente oferecido na Delegacia e negado novamente.

Diante dos fatos ele foi preso em flagrante por dirigir sob efeito de álcool (embriaguez ao volante)  e porte ilegal de arma de fogo, sendo conduzido para a Unidade Prisional de Canoinhas.

O condutor detido, de 38 anos, exerce cargo comissionado na Prefeitura Municipal de Canoinhas.

Atualização em 15/07 – Nota divulgada pela Prefeitura Municipal de Canoinhas a respeito do caso:

\”Informamos que o servidor público envolvido em ocorrência policial no último final de semana foi exonerado na manhã desta segunda-feira, 15, pelo prefeito Beto Passos. Embora sempre tenha cumprido com suas atribuições profissionais de maneira correta e eficaz, a conduta apresentada na madrugada de sábado não segue os princípios do Governo do Município.

“O servidor público tem o dever de manter conduta compatível com a moralidade social também em sua vida particular por ser representante da administração pública diante da sociedade”, declara Passos.

Lembramos que é por isso que no ato da contratação de servidor comissionado do Município de Canoinhas, exige-se certidão de antecedentes criminais, negativa de débitos tributários e certidão negativa do SPC\”.

Total
0
Shares