Moradores denunciam festa particular e perturbação do sossego em Canoinhas

Avatar
Polícia Militar encerrou a confraternização e orientou os presentes à retornarem para suas residências. Imagem ilustrativa.

Na madrugada deste domingo (19),  policiais militares foram acionados via Copom para a Rua Roberto Elke, na área central de Canoinhas, onde havia uma denúncia de aglomeração de pessoas e perturbação do sossego alheio.

No local estavam aproximadamente quatorze adultos e algumas crianças, todos reunidos em uma confraternização, sendo constatado que não estavam respeitando o isolamento social em relação a Covid-19, bem como estavam sem máscara de proteção e higienização, informou a Polícia Militar.

Desde o último dia 15 de julho, conforme anunciado pelo governo de Canoinhas, estão proibidas a realização de festas particulares em residências.

Conversado com o responsável, este relatou aos policiais ter conhecimento das normas de segurança em relação ao Covid-19, porém entende que pode reunir seus amigos para fazer a confraternização.

Também informou não ser a primeira ocorrência em sua residência dessa natureza, atendida pela Polícia Militar.

Foi determinado então que as pessoas presentes na festa particular se retirassem do local e se deslocassem para suas residências, no bairro São Cristóvão, onde prontamente acataram.

A Polícia Militar lavrou o boletim Termo Circunstanciado em desfavor do proprietário, por infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa (Infração de medida sanitária preventiva) e perturbação do sossego.

O proprietário da residência também se comprometeu a comparecer em audiência de transação penal.

Responsável pela festa disse conhecer as normas mas entende que tem direito de reunir os amigos.

Total
0
Shares