Canoinhas recebeu mais de R$ 7 milhões para enfrentamento da pandemia

Hospital deverá manter em funcionamento todos os leitos de UTI Covid-19 para a população. 

Nesta semana o estado atingiu o maior número de casos ativos desde o início da pandemia, foram quase 25 mil registrados no boletim de 18 de novembro.

“Ainda é difícil mensurar a gravidade desse momento, o que percebemos é que hoje nós temos muito mais casos ativos do que nós tínhamos em agosto. Isso ainda não se refletiu em óbitos, felizmente”, disse o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Diante do cenário, os hospitais de Santa Catarina deverão manter em funcionamento todos os leitos de UTI Covid-19 para a população. 
Para garantir o atendimento, a Secretaria de Estado da Saúde realizou um levantamento sobre a situação dos leitos nas unidades catarinenses que demonstrou um deficit de 232 leitos de UTI
Os hospitais estão sendo notificados e documentação será enviada ao Ministério Público de Santa Catarina.

O secretário da Saúde informou que a pasta deu garantia de custeio para os leitos de UTI Covid-19 e que os mesmos devem permanecer ativados pelas unidades.

“Há a garantia de custeio e por isso estamos levantando onde e por que os leitos foram desativados. Os recursos já foram repassados aos municípios para o enfrentamento e para os hospitais”, reforça o secretário da Saúde.

Os hospitais catarinenses estão recebendo os recursos do teto máximo da Política Hospitalar Catarinense durante o período de pandemia. 

Além disso, Santa Catarina recebeu R$ 72,4 milhões do Governo Federal para ações de enfrentamento à pandemia, por meio das portarias 1666 (R$ 28 milhões) e 774 (R$ 44,3 milhões).

Através de uma plataforma disponibilizada pelo governo do estado é possível consultar os valores já destinados a cada município. Canoinhas recebeu R$ 7.074.832,34

Os valores que cada município recebeu para o enfrentamento à pandemia estão disponíveis neste link.