Comitê da Covid-19 prega atenção com aumento de casos ativos em SC

Avatar
Reprodução

Santa Catarina registrou nesta semana 19.164 casos ativos da Covid-19. Esse é o maior número de pessoas contaminadas ao mesmo tempo no Estado desde o início da pandemia em março de 2020. 

O assunto foi o principal tema de mais uma reunião do Comitê Interinstitucional de Acompanhamento da Covid-19, uma iniciativa do Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC), realizado na tarde desta quinta-feira (19). 
O presidente do PJSC, desembargador Ricardo Roesler, ao abrir os trabalhos, anotou que o momento é de extrema cautela com o aumento da taxa de transmissão, mas reforçou que todos os cuidados são mantidos para evitar a propagação da doença.

O juiz auxiliar da Presidência Cláudio Eduardo Regis de Figueiredo e Silva apresentou os números que demonstram o agravamento da pandemia no Estado. 

No dia 1º de agosto, quando foi registrado o primeiro pico da doença, havia 13.241 casos ativos. Nesta semana, a Secretaria de Estado da Saúde divulgou que há mais de 19 mil casos ativos de Covid-19.
De acordo com o magistrado, a média de ocupação dos leitos hospitalares cresceu para 75% nos últimos dias. Apesar da baixa letalidade em comparação ao primeiro pico, foram registradas 40 mortes no último dia 17, que sinaliza para um aumento de óbitos.

Segundo o presidente do Judiciário catarinense, o planejamento já se debruça sobre o que pode vir a ocorrer no período pós-recesso. 

\”A orientação é o retorno com bastante cautela, mas temos que analisar os vários cenários após os dias 6 de janeiro e 20 de janeiro, com o fim dos prazos processuais\”, observou o dirigente máximo do PJSC.
Total
0
Shares