No primeiro fim de semana com lockdown em Canoinhas, PM flagra 9 festas com aglomerações

Avatar
PM informa que vai aumentar fiscalização, principalmente no que tange a festas particulares em residências. Foto: Polícia Militar/Divulgação

Durante o primeiro lockdon decretado pelo governo do estado, que aconteceu entre as 23h da última sexta-feira, até as 6h da manhã de segunda-feira (1º), a Polícia Militar flagrou 17 festas particulares com aglomerações.

Destas, 9 foram em Canoinhas, 5 em Três Barras, duas em Major Vieira e 1 em Bela Vista do Toldo.

Dentre as condutas mais desrespeitadas, a Polícia Militar destaca:

  • Festas particulares em residência com aglomeração de pessoas e perturbação;
  • Estabelecimento comercial funcionando em desacordo com o decreto;
  • Bar funcionando com pessoas no seu interior;
  • Concessionária/revenda de veículos funcionando em desacordo com o decreto;
  • Loja de materiais de construção funcionando em desacordo com o decreto;
  • Estabelecimento funcionando de portas fechadas com funcionários em seu interior;
  • Culto religioso com aglomeração de pessoas;
  • Descumprimento de normas sanitárias por estabelecimentos autorizados a funcionar.

A Polícia Militar lembra que até as 23h do dia 05 de março está em vigor o Decreto 1.168 de 24 de fevereiro de 2021, o qual estabelece restrição de público em 25% em uma série de estabelecimentos com funcionamento permitido ( bares, templos, igrejas, eventos sociais) e restrição de horário de funcionamento de atividades essenciais entre 06h e 23h59.

A partir das 23h do dia 5 de março de 2021 até as 06h do dia 8 de março, novamente entra em vigor o Decreto Estadual 1.172 de 26 de fevereiro de 2021, o qual impõe restrições das atividades não essenciais, nos mesmos moldes do último final de semana.

O Ten Cel PM Cmt do 3º BPM de Canoinhas, Silvano Sasinski, informa que para o próximo final de semana, um esquema especial de fiscalização será implementado

Mais equipes estarão nas ruas, para fins de dar cumprimento as medidas restritivas e a insistência de algumas pessoas em não acatar as determinações, principalmente no que tange às festas particulares nas residências.
Total
0
Shares