Três regiões de SC saem do risco gravíssimo para a Covid

As regiões com maior risco de transmissão são Xanxerê e Oeste de Santa Catarina.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou neste sábado, 5, a Matriz de Risco Potencial e indicou melhora da semana passada para esta.

Além da região da Grande Florianópolis, que se manteve no patamar grave (cor Laranja), a região Nordeste e a do Médio Vale do Itajaí também melhoraram índices e saíram da situação gravíssima (cor vermelha) para a grave. As demais 13 regiões de saúde permanecem no nível gravíssimo para transmissão da Covid-19.

As regiões em risco gravíssimo são: Planalto Norte, Foz do Itajaí-Açu, Alto Vale do Itajaí, Alto Uruguai, Vale do Rio do Peixe, Carbonífera, Extremo Oeste, Extremo Sul, Meio-Oeste, Serra Catarinense, Xanxerê, Laguna e Oeste.

Imagem: COES

As regiões com maior risco de transmissão são Xanxerê e Oeste de Santa Catarina, onde inclusive foi registrada a pior nota de avaliação.

A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública no estado está em a 96,3%. Contando todas as regiões, 46 pessoas aguardavam na fila por um leito de UTI Covid adulto. No site do governo do estado, é possível acompanhar a ocupação desses leitos em cada hospital.

Total
0
Shares