Fausto morre e Magnólia fica na miséria

Avatar

Parece injusto. Depois de passar vários capítulos em uma cama, fazendo sessões de fisioterapia e se recuperando gradualmente em segredo,  Fausto Leitão (Tarcísio Meira) morrerá de infarto logo após desmascarar Magnólia.

Logo após a armação na galeria de Helô, Fausto vai para casa e sente uma forte dor no peito.

A primeira a ouvir o socorro é Ana Luiza, que logo tenta chamar uma ambulância, mas o avô pede para ligar para o Pedro. “Quero minha família aqui!”, diz ele.

Atendendo ao pedido do Fausto, Ana Luiza, Pedro, Helô, Vitória, Augusto, Luciane, Hércules, Camila, Tiago e Letícia se reúnem no quarto do patriarca, quando então eledará o último suspiro.

A pobreza e o desespero de Magnólia

Depois de ter o seu caso com Ciro (Thiago Lacerda) revelado publicamente, Magnólia enfrentará o desprezo da família na hora da leitura do testamento de Fausto.

O empresário deixará para os filhos e netos, a mansão e a tecelagem,  e para Magnólia, uma fábrica de Tintas e Corantes, bem como o terreno onde ela está localizada.

“Isso só pode ser uma piada de mau gosto! Essa área foi invadida há anos! Tem uma favela horrível por lá! Um antro de vagabundos e desocupados, tomado pelo tráfico! Este testamento não tem valor jurídico! A casa e a tecelagem valem muito mais do que todo o resto!”, protestará a vilã.

Diante da reclamação da madrasta, Pedro explicará que, por conta das dívidas da tecelagem, os bens têm o mesmo valor, e que Magnólia não ficou prejudicada na divisão. “Você pode brigar pelo que quiser, mas agora só te resta fazer as malas e se preparar para ir morar no Favelão da Bica, porque aqui, nesta casa, você não vai ficar mais!”.

Total
0
Shares