“Tomar um chimarrão é sorver a água de nossa história”!

Tomar um chimarrão é sorver a água de nossa história! Essa frase faz parte do livro \”Histórias\”, da série de livros, “Indicação Geográfica Erva-Mate Do Planalto Norte Catarinense”, que foram lançados na noite de terça-feira (2), em Canoinhas.

Os livros destacam o papel da erva-mate na história da região do Planalto Norte Catarinense, com ênfase nos principais fatos que ocorreram, destacando a colonização e a evolução dos municípios da região.

O evento foi organizado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri), em parceria com o Sindicato das Indústrias do Mate no Estado de Santa Catarina (Sindimate) e Associação dos Produtores de Erva-Mate do Planalto Norte Catarinense (Aspromate) e conduzido pelo coordenador do Projeto do IG da Epagri, Gilberto Neppel, que fez um resumo dos três livros.

Neppel falou da revalorização da cadeia produtiva na nossa região: —No início éramos chamados de Ouro Verde, por isso a tentativa de promovermos a revalorização hoje.

As entidades buscam junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) a Indicação Geográfica (IG) da erva-mate para o Planalto Norte Catarinense.

A Indicação Geográfica (IG) é um ativo de propriedade industrial usado para identificar a origem de um determinado produto ou serviço, quando o local tenha se tornado conhecido, ou quando certa característica ou qualidade desse produto ou serviço se deva à sua origem geográfica.

O professor e historiador Fernando Tokaski destacou o papel da erva-mate na história da região do Planalto Norte Catarinense, deixando a plateia curiosa para saber detalhes escritos no livro.

Prefeito Beto Passos  lembrou que a produção e cultura da erva-mate se confundem com a história de sucesso de Canoinhas. “Sabemos da importância do setor ervateiro para a nossa história e é por isso que temos o compromisso de manter acesa a chama de tudo o que envolve a cultura da erva-mate”, destacou.

Os livros estarão a disposição da comunidade na Biblioteca Pública Municipal de Canoinhas. A publicação é apresentada em três volumes: História, Território e Produto.
Total
0
Shares