FLONA de Três Barras completa 75 anos de fundação

A FLONA é um santuário de fauna silvestre. Foto/Reprodução

A Floresta Nacional de Três Barras (FLONA) é uma Unidade de Conservação Federal de Uso Sustentável, fundada em 5 de outubro de 1944 pelo Instituto Nacional do Pinho – INP e atualmente sob gestão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio.

Em extensão, é a maior Floresta Nacional do Sul do Brasil e também a mais visitada.

Dos seus 4.458,5 hectares, aproximadamente um terço é coberto com plantios de pinus, herança dos tempos em que era administrada pelo Instituto Nacional do Pinho – INP e Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal – IBDF.

Os outros dois terços são de remanescentes florestais nativos e plantios de araucárias, e por isso é uma Unidade extremamente importante para a preservação da floresta ombrófila mista e ecossistemas associados, mais conhecida como mata de araucárias, uma das mais devastadas do mundo.

A cobertura nativa é composta de florestas com araucária, mata ciliar de branquilhos, várzeas e banhados.

Nela encontramos araucária, imbuia, canelas, cedro, erva-mate, xaxim e mais de uma centena de espécies vegetais.

Onde há uma grande diversidade vegetal há também muitas espécies de animais, destacando-se as onças pardas, lobos guará, jaguatiricas, gatos do mato, jaguarundis, bugios, veados, catetos, ouriços, tatus, cutias, pacas, graxains, curicacas, pica-paus, gralhas, macuquinhos etc. Algumas espécies ameaçadas de extinção vivem ou transitam na FLONA.

ESTRUTURA

Estradas, aceiros e divisas somam quase 70 Km em extensão. O Escritório, a Capela Nossa Senhora de Fátima, a Casa dos Pesquisadores, o Centro de Visitantes, e algumas residências antigas, todas construídas em madeira, formam um belo conjunto arquitetônico.

Capela Nossa Senhora de Fátima na Floresta Nacional de Três Barras. Foto: Carlos Ribeiro/ICMBio/MMA
Uma área de lazer, com churrasqueiras, trilha ecológica e campo de futebol, é bastante frequentada pelas escolas, comunidades do entorno e pelo público em geral.

Para auxiliar na gestão, a FLONA possui um Conselho Consultivo, constituído em 2005, participativo e atuante, com 23 cadeiras ocupadas por quase 30 entidades da sociedade civil e organizações governamentais da região.

A FLONA é grande produtora de conhecimento técnico científico com mais de duzentos projetos de pesquisas realizados nas últimas duas décadas envolvendo mais de 30 Instituições e produção de documentos técnicos próprios aplicados à sua gestão e disponíveis para consulta no seu Banco de Dados Digital.

Fonte: Carlos Ribeiro/ICMBio/MMA
Fotos: Banco de Imagens/FNTB/ICMBio/MMA

Total
0
Shares