Comerciante de Canoinhas é vítima de golpe e perde quase R$ 500 em crédito para celular

A Polícia Ambiental de Canoinhas alerta comerciantes e a população para golpes por telefone na cidade. Um estabelecimento caiu no golpe perdeu R$ 488,00 em créditos para celulares, na noite de quinta-feira (11).

A pessoa se identificou como um policial, pediu um produto para ser entregue no quartel da polícia e solicitou recarga em créditos de celular, que seria paga no mesmo endereço. De acordo com a PM, a solicitação foi para recarga em celulares com o DDD 53.

O nome usado é de um falso militar que, inclusive, não compõe a corporação local. Orientamos a todos que não façam esse tipo de recarga, pois nossa instituição não solicita recargas de celulares a comerciantes ou a qualquer cidadão. Fiquem atentos!, diz a nota de alerta da PM de Canoinhas.

O GOLPE

O proprietário de uma lanchonete, na área central de Canoinhas,  solicitou para um motoboy  para que prestasse um serviço para a Polícia Militar, pois havia recebido uma ligação de um homem que disse ser Sargento Policial Militar, solicitando uma encomenda de emergência.

Pediu para que comprasse medicamentos na farmácia, colocasse créditos no celular e com a encomenda, fizesse a entrega de lanche na Polícia Ambiental de Canoinhas, fornecendo o endereço de entrega, na Rua Duque de Caxias, Centro de Canoinhas.

O proprietário repassou o pedido para entregador, que pegou o lanche, sendo três combos X Coração, depois foi até a farmácia comprou medicamentos e ainda na farmácia colocou créditos em celulares, divididos em 9 números de telefones.

A vítima relatou que teve um prejuízo aproximado de R$488,00, e seu patrão teve o prejuízo do lanche no valor de R$98,00.

O entregador (motoboy) conversou com a guarnição e foi constatado que caiu no golpe, porque acreditou realmente que era PM, pois falaram que estavam em uma emergência e na foto do whatsapp era de uma viatura policial, e que receberia os valores gastos no momento da entrega no quartel.

A vítima só percebeu que era golpe quando chegou no local para fazer a entrega.

Vítima na verdade foi um motoboy que prestava serviço de entrega para uma lanchonete localizada na área central de Canoinhas.

Total
0
Shares