Erro de português do Secretário da Cultura viraliza na internet

Avatar
Após a publicação, políticos de diversas posições políticas comentaram o erro nas redes.

O secretário especial de Cultura, Mário Frias, cometeu um erro de português em uma rede social, e foi alvo de críticas por internautas e figuras públicas. Em resposta a uma publicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) sobre a Lei Rouanet, no Instagram, Frias comentou:

“Vamos trabalhar incansavelmente para que todos os brasileiros tenham assesso a Cultura”. Logo em seguida, o erro de ortografia em “acesso” foi corrigido, mas o secretário esqueceu de colocar a crase na expressão “acesso a Cultura”.

Após a publicação, políticos de diversas posições políticas comentaram o erro nas redes.

No Twitter, o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) disse que a grafia diferente é decorrente da proximidade do secretário com o filho “03” do presidente, que não se preocupa com a Cultura. Diante disso, fez uma brincadeira ao afirmar que “assesso”, “aceço” ou “açeço” é apenas um detalhe, diante da proximidade com o bolsonarismo.

Em resposta, Frias lamentou que o deputado tenha passado de ator de novelas a “bobo da corte”.

Total
0
Shares