Câncer de próstata é o 2º que mais causa mortes em homens no estado

Os tumores malignos de próstata, no seu período inicial, nem sempre geram sintomas.

O mês de novembro é popularmente conhecido como o período de conscientização e alerta sobre as doenças masculinas, com ênfase na prevenção do câncer de próstata: é o Novembro Azul. O objetivo da campanha é promover a conscientização sobre os cuidados com a saúde masculina.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o risco de desenvolver câncer de próstata aumenta com a idade. No Brasil, a cada 10 homens diagnosticados com a doença, nove têm mais de 55 anos. Outros fatores também podem contribuir: histórico familiar, sobrepeso e/ou obesidade.

Em Santa Catarina, no ano passado, foram diagnosticados 1.720 novos casos de câncer de próstata, segundo a Inca. O estado ocupou o 12º lugar no ranking nacional por número absoluto. Além disso, o câncer de próstata é o segundo tipo que mais causa mortes em homens no estado desde 2010, ficando atrás apenas do de pulmão.

Sintomas

Os tumores malignos de próstata, no seu período inicial, nem sempre geram sintomas e, quando geram, podem ser os mesmos dos apresentados no crescimento benigno da próstata (hiperplasia prostática benigna). São eles: dificuldade de urinar, urgência miccional, jato urinário fraco, dor ao urinar, entre outros. Já os casos mais avançados podem causar dores ósseas, infecção generalizada e insuficiência renal.

Tem como prevenir?

Adotar hábitos de vida saudáveis ajuda a prevenir várias doenças, inclusive o câncer. “Praticar atividades físicas, além de ter uma dieta baseada em frutas, legumes e menos gorduras, ajuda a diminuir o risco de câncer e outras doenças crônicas. Se cuidar desde cedo é a melhor forma de prevenção”, destaca Aline Piaceski Arceno, enfermeira da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC (Dive).