Morre terceira vítima de grave acidente na BR-282

Avatar photo
Outras três vítimas do acidente seguem internadas.

LEIA TAMBÉM

 — PUBLICIDADE —
Whatsapp Emecar Canoinhas

A tragédia que aconteceu no último domingo (7) na BR-282, em Lages, na Serra Catarinense, teve mais um desfecho triste nesta quarta-feira (10). Cleusa Maggioni, de 61 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu em decorrência do grave acidente.

Na colisão frontal entre um Ônix e um Up também morreram Beatriz Aparecida Frederico, de 33 anos, e o filho Davi Miguel Frederico de Oliveira, de apenas 5 anos.

Colisão na BR-282 em Lages — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Cleusa Maggioni era mãe do Tenente Leonardo Schwarz, de 31 anos, do 11º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira, em São Miguel do Oeste. O policial, que também se feriu gravemente no acidente, segue internado na UTI do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres em Lages, junto com o marido de Beatriz e outro filho adolescente.

Família seguia para comemorar vitória contra o câncer

A família Frederico, que estava no veículo UP, estava viajando para um parque de diversões para celebrar a vitória de Beatriz contra um câncer de mama. No dia 11 de junho, ela havia realizado a última sessão de radioterapia e publicado a conquista em uma rede social.

Beatriz e o filho caçula morreram no acidente. O marido e o outr filho seguem internados — Reprodução

Despedida

Cleusa Maggioni teve uma longa carreira na Polícia Civil de Santa Catarina, onde atuou como escrivã de polícia e nos setores de Habilitação e de RG na 13ª DRP de São Miguel do Oeste. O corpo de Cleusa está em translado para São Miguel do Oeste. O velório será na cripta da Igreja Matriz nessa quinta-feira (11).