Corpo de motorista é pisoteado enquanto indígenas saqueiam carga, em acidente na BR-277

Policiais Rodoviários tiveram que aguardar reforços para agir contras os saqueadores, já que não era possível usar armamento letal para conte-los. Foto: Divulgação

Uma colisão frontal entre um caminhão baú e um veículo Van, deixou uma pessoa morta na tarde de quarta-feira (11) na BR-277 em Nova Laranjeiras, região central do Paraná, a cerca de 100 km de Cascavel.

Com o impacto, o motorista da Van foi ejetado e morreu no local. As cenas que se seguiram, e foram filmadas, chocou os internautas.

Um grupo de pessoas de uma aldeia indígena que fica próxima ao local do acidente, arrebentou o cadeado do caminhão baú e iniciou o saque.

Policiais rodoviários tentaram conter os saqueadores e em determinado momento, as tentativas cessaram, porém logo depois ainda mais pessoas se aglomeraram no local com o objetivo de saquear a carga, chegando a pisotear o corpo do motorista da Van, que estava às margens da rodovia, aguardando a chegada do IML (Instituto Médico Legal).

“Mesmo com o cadáver da pessoa ali, as pessoas arrombaram o cadeado que segurava a porta do baú e roubaram todas as mercadorias que nem eram de alimentação.

Eram peças e objetos automotivos como pneus, óleo e lubrificantes. Nada a ver com alguma coisa para sobrevivência ou subsistência. Não há alegação nenhuma para esse tipo de comportamento que revelou verdadeira selvageria por parte daquelas pessoas”, disse o Inspetor Schneider, da PRF.

A equipe da Polícia Rodoviária Federal que tentou conter os saqueadores acabou apedrejada, e um policial ficou ferido.

“A intervenção foi possível até um certo momento, onde os policiais começaram a ser repelidos com pauladas e pedradas. Infelizmente não é possível usar armamento letal numa situação como essa”, informou o Inspetor.

Os policiais foram obrigados a recuar e esperar o reforço para poder agir. Quatro indígenas que participaram do arrombamento do caminhão foram presos e levados para a Delegacia de Polícia Civil de Laranjeiras do Sul, também na região central.

A vítima que morreu foi identificada como Marcos Cruz, de 27 anos. Marcos residia em Cascavel, mas era da cidade de Três Barras do Paraná. O motorista do caminhão não se feriu.

A Funai (Fundação Nacional do Índio) emitiu uma breve nota nesta quinta-feira (12), sobre o ocorrido na BR-277.

“A Fundação Nacional do Índio (Funai) esclarece que não coaduna com qualquer conduta ilícita. A fundação acompanha o caso ocorrido no Paraná e está à disposição das autoridades policiais para colaborar com as investigações”, disse a Fundação.

Total
0
Shares