Governo de SC promove fórum para alavancar o desenvolvimento econômico do Estado

Avatar

A primeira reunião do Fórum Invest SC, realizada nesta terça-feira (6), com a presença da governadora Daniela Reinehr, foi marcada por uma forte ação conjunta entre Governo do Estado, Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e uma seleção entre as maiores empresas em faturamento de Santa Catarina em prol do desenvolvimento econômico do Estado pós-pandemia.

O evento, via webconferência, contou ainda com a participação de empresas como WEG, BRF, Whirlpool, Aurora, Tupy, Pamplona, dentre outras; além das secretarias integrantes do programa Invest SC.

Para a governadora, Santa Catarina é um estado diferenciado, caracterizado pela competitividade, pelo empreendedorismo e pela inovação, características que chamam a atenção não só no Brasil como no mundo todo.

Em sua apresentação sobre o papel do Fórum para o desenvolvimento de Santa Catarina, o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Luciano Buligon – que está à frente da gestão do programa Invest SC – reforçou a importância do encontro para a criação de uma maior aproximação entre os atores públicos, empresas privadas e Fiesc para se ultrapassar as dificuldades apresentadas por um caminho de fortalecimento.

De acordo com Buligon, com a nova porta que se abre, o governo poderia auxiliar ainda mais o desenvolvimento tanto dos que queiram investir no Estado, quanto das empresas que já estão em SC.

“Precisamos reconhecer neste momento que é unindo esforços que vamos superar mais esta fase. São as empresas que hoje fazem de Santa Catarina uma economia mais diversificada, que têm colocado nosso estado com o segundo melhor ranking em competitividade do Brasil. Os problemas deixam de ser somente da empresa e passam a ser do Estado também, principalmente pela questão da defesa do emprego, para assegurar a saúde coletiva de todos.”

“Essa proximidade é fundamental e a Fiesc está à disposição para discutir as grandes causas para Santa Catarina. Temos que preservar as nossas indústrias e atrair investimentos para complementar a nossa cadeia de produção”, disse o presidente da Fiesc, Mário Aguiar, que apresentou, junto com o diretor de Inovação Eduardo Fiates, as facilidades do Programa Travessia como programa parceiro do Invest SC.

Já o diretor de Estratégias Corporativas da WEG, Daniel Godinho, elogiou a iniciativa do Governo do Estado.

“O que vocês estão promovendo hoje é uma abertura bastante organizada e daremos total apoio para alimentar o fórum.” Além disso, aproveitou a ocasião para apresentar uma demanda ao Estado referente à infraestrutura das estradas.

“Existe um trecho estadual que, graças à atuação do governo estadual, está caminhando bem. Mas o trecho da rodovia federal está emperrado pela falta da duplicação. Precisamos dialogar com o governo federal e essa interlocução do Governo de SC vai ser muito importante.” 

O secretário da Fazenda, Paulo Eli, enfatizou a importância do Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec) para a formação de profissionais no Estado.

“Esse é um projeto que está sendo trabalhado no governo para suprir as necessidades dessas empresas na produção e geração de emprego e renda em Santa Catarina. Já estamos trabalhando em novos conceitos, principalmente da indústria 4.0”, disse.

Paulo Eli citou que, além dos incentivos fiscais como o Prodec, há outros aspectos como energia, água e licenças que são necessários em um projeto e que serão trabalhados no Invest SC.

Além do Fórum Invest SC, que se reunirá mensalmente, o secretário Luciano Buligon informou ainda que haverá um evento co-irmão com os municípios e um fórum técnico com indicados de cada secretaria. 

Programa Invest SC

A secretária executiva de Assuntos Internacionais, Daniella Abreu, fez a apresentação técnica no fórum sobre O Invest SC como ferramenta de apoio às empresas.

Segundo ela, o Invest SC tem o papel de otimizar os processos, atrair investimentos, concentrar informações sobre esses investimentos e projetos dos setores, criando uma única porta (tanto física quanto on-line) para o empresariado e para o investidor catarinense, nacional e internacional, atendendo às suas demandas.

“Na prática, é montando um espaço na Secretaria do Desenvolvimento Econômico, onde a SDE, a SAI e todas as outras secretarias envolvidas trabalham juntas e replicando este espaço on-line em um portal para que essas demandas possam ser rapidamente atendidas pela internet”, informou a secretária.

O formato do programa Invest SC é dividido em dois pilares: um que promove o Estado, informando e colocando o que tem de melhor na vitrine para o investidor; e outro atuando no trabalho da porta pra dentro, que é um trabalho constante das secretarias para que se possa dar andamento e celeridade nos projetos que já estão dentro do Estado e precisam de acompanhamento. 

O Invest SC é o nome do Programa para Atração de Investimentos e Incentivos a Novos Negócios para ampliação ou instalação em Santa Catarina. Recriado em 8 de fevereiro de 2021, funciona a partir de um núcleo interinstitucional presidido pelo secretário da SDE. Fazem parte do programa os secretários da SAI, SEF, Sema, SEA, SIE, SCPAR, IMA e Fiesc.

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Total
1
Shares