Após desentendimento, filho mata a mãe com tiro e facadas em Joinville

Suspeito foi preso horas depois e indiciado por feminicídio.

Em Joinville, no norte catarinense, uma mulher de 64 anos foi asassinada na noite de domingo (10) e o suspeito é o próprio filho, de 31 anos.

Ele foi localizado e preso em uma casa no bairro Pirabeiraba na manhã de segunda-feira (11). Segundo a Polícia, o homem confessou o crime e disse que matou a mãe por causa de um desentendimento.

A vítima, identificada como Marli Herbst Lopes, foi encontrada morta em casa, com um tiro no rosto e cortes de facão na parte de trás da cabeça.

Vizinhos contaram que ouviram muito barulho e estranharam a movimentação, em seguida viram o suspeito saindo da casa da mãe, de bicicleta, por volta das 22h e ligaram para o outro filho da vítima.

Ao chegar na residência, o irmão do suspeito encontrou a mãe no chão e acionou o Samu. Com o corpo e cabeça machucados, os bombeiros confirmaram a morte da mulher no local.

Após denúncias, a polícia conseguiu localizá-lo em uma residência na Estrada da Tromba, em Pirabeiraba. ​O suspeito confessou o crime e disse que matou a mãe com um tiro e com golpes de facão.

Com ele foram encontradas diversas munições, uma espingarda calibre .28, drogas e o facão usado no assassinato. Ele foi preso e indiciado por feminicídio. Os objetos e o suspeito foram encaminhados à Central da Polícia.