Celesc explica a interrupção de energia no Planalto Norte

Em Mafra, cerca de 1 mil unidades consumidoras ainda aguardam o restabelecimento da energia.

A Celesc emitiu uma nota explicativa no fim da tarde de hoje, sobre a queda de energia em alguns municípios da região.

“Informamos que na tarde desta terça-feira (18), uma falha na linha de transmissão que atende as Subestações Brasília, São Bento, Rio Negrinho, Mafra,  Rio Negro e Itaiópolis causou interrupção no fornecimento de energia nas regiões de Mafra e São Bento do Sul”, diz a nota. 

As subestações de Papanduva e Canoinhas não foram afetadas. Após a primeira queda na distribuição, o sistema religou o abastecimento pela linha reserva, que vai por Canoinhas.

Os  municípios afetados foram Mafra, Itaiópolis, Campo Alegre, São Bento do Sul e Rio Negrinho e Rio Negro (PR). No pico da ocorrência, quase 100 mil unidades consumidoras ficaram sem luz.

Após a ocorrência, as equipes de emergência da Celesc percorreram as linhas para identificar qual problema ocasionou a falta de energia.  Foram realizadas manobras para o retorno do fornecimento, o que ocasionou instabilidade nas linhas de distribuição. 

Às 13h48, as Subestações Brasília, São Bento e Rio Negrinho já haviam sido restabelecidas. Em razão das manobras que estavam sendo realizadas, uma nova queda de energia foi registrada às 14h42, porém, o retorno do sistema elétrico ocorreu minutos depois.

Em Mafra, Itaiópolis e Rio Negro, o abastecimento ficou prejudicado até 16h.  

Às 17h35, na região de Mafra, cerca de 1 mil UCs (unidades consumidoras), ainda aguardavam o restabelecimento da energia. No momento, em razão da condição climática, houveram novas quedas de energia, informou a Celesc. A nota não esclareceu, contudo, o que causou a falha na interrupção.