Governo de SC iniciou hoje o pagamento do Bolsa Estudante

Estão sendo depositadas duas parcelas de R$ 568,18, referentes aos meses de fevereiro e março.

O Governo de Santa Catarina iniciou nesta sexta-feira, 20, o pagamento das primeiras parcelas do Bolsa Estudante aos alunos contemplados pelo programa que informaram os dados bancários da conta para depósito até o último dia 13 de maio.

Neste primeiro pagamento, estão sendo depositadas duas parcelas de R$ 568,18, referentes aos meses de fevereiro e março.

Os bolsistas que informaram uma conta corrente do Banco do Brasil receberam ambas as parcelas nesta sexta, desde que tenham cumprido 75% de frequência nas aulas em cada um dos dois meses correspondentes.

Já quem apresentou conta corrente de outros bancos e também cumpriu os requisitos de frequência receberá o valor correspondente ao período na próxima segunda-feira, 23.

Um novo pagamento aos estudantes beneficiados está programado para acontecer até o próximo dia 31, quando será depositada a parcela do auxílio referente ao mês de abril.

Depois disso, cada parcela será disponibilizada até o último dia útil do mês subsequente – o auxílio referente à maio será pago até o último dia útil de junho, o auxílio referente à junho será pago até o último dia útil de julho, e assim por diante.

Tire as dúvidas 

Informei os dados bancários e não recebi o auxílio. Como devo proceder?

Caso não tenha recebido nenhum valor do auxílio após o dia 31 de maio, o estudante contemplado ou familiar deve procurar a secretaria da escola em que está matriculado para verificar sua situação.

Em conjunto com a equipe administrativa da unidade, serão averiguadas possíveis inconsistências entre os dados apresentados e os cadastrados no sistema do programa.

Conheça os critérios para manutenção da bolsa

O estudante que não apresentar frequência mínima de 75% na escola durante um mês não receberá a parcela do auxílio correspondente ao período. Este critério é válido inclusive para as parcelas retroativas ao mês de fevereiro, quando teve início o ano letivo de 2022.

Se esta frequência mínima não for atingida durante três meses consecutivos, o aluno perderá o direto à bolsa. Em casos de reprovação, o estudante também perde o direito à bolsa a partir do próximo ano.

Fui contemplado e ainda não informei os dados da minha conta. Vou perder o auxílio?

Não existe data limite para apresentação dos dados bancários. Independentemente de quando eles sejam apresentados, o estudante contemplado na lista terá direito a todos os pagamentos retroativos ao mês de fevereiro. 


Leia também