sementes_tabaco

cursos

bom_apetite_canoinhas

PM age rápido, liberta refém e evita feminicídio no Norte catarinense

Avatar photo
A vítima estava em um quarto da residência, trancada com o ex-marido, que pressionava uma faca contra seu pescoço.

LEIA TAMBÉM

No início da tarde da última quinta-feira (22), policiais militares do 17º Batalhão de Polícia Militar prenderam um homem por tentativa de feminicídio. Os agentes chegaram no momento que o homem estava com uma faca no pescoço da vítima. Os fatos ocorreram no bairro Fátima, em Joinville.

A guarnição recebeu a informação que no local haveria um homem tentando matar a esposa. Ao ingressar na residência, logo os policiais visualizaram marcas de sangue pelo chão, também foi possível ouvir o choro das filhas da vítima e a respiração ofegante da vítima que tomada de refém.

A vítima estava em um cômodo com a porta trancada, sendo necessário o arrombamento pelos policiais. Quando arrombaram a porta, a guarnição se deparou com o homem de 40 anos com a faca no pescoço da mulher de 35 anos. Os policiais verbalizaram insistentemente para que o homem largasse a faca, porém o homem respondeu diversas vezes que não iria largar e mataria a vítima.

Percebendo que o homem estava pressionando a faca no pescoço, já causando lesões na vítima, aguardaram uma oportunidade e efetuaram um disparo de arma de fogo. O disparo atingiu o abdômen do autor. Só assim o homem largou a faca e soltou a vítima. O SAMU foi acionado e o homem encaminhado ao hospital.

A mulher que apresentava várias lesões pelo, relatou que autor não aceitava o término do relacionamento e naquele dia havia dito que mataria a todos, ela e suas filhas. Não foi a primeira vez que o homem agride a vítima, inclusive há outros boletins de ocorrência relatando os fatos.

Quando os policiais consultaram o nome do autor, constataram que havia um mandado de prisão expedido pelo 3ª Vara Criminal de Joinville. A guarnição apresentou a ocorrência na delegacia de Polícia.