bom_apetite_canoinhas

cursos

Professor é preso por estupro de aluna: DPCAMI de Canoinhas deflagra Operação “Respectus”

Avatar photo
Quatro homens presos e eletrônicos apreendidos: Operação combate crimes contra crianças e mulheres em Canoinhas e Papanduva.

LEIA TAMBÉM

Em uma ação conjunta para combater crimes graves contra crianças e mulheres, a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Canoinhas deflagrou nesta terça-feira (24) a Operação “Respectus”.

Whatsapp Emecar Canoinhas

As diligências aconteceram simultaneamente nas cidades de Canoinhas e Papanduva.

O foco das diligências coordenadas pela unidade especializada foi o combate às ocorrências graves de abuso sexual infantil (pedofilia) e de violência doméstica contra a mulher.

Ao todo, nove ordens judiciais cautelares foram cumpridas, incluindo prisões preventivas, buscas e apreensões e quebras de sigilo telefônico e telemático.

As investigações revelaram crimes chocantes, como o estupro de uma aluna, de 5 anos, por seu próprio professor. O delegado Vinícius Ferreira, responsável pelo caso, não deu detalhes sobre como o homem abordava a vítima e cometia o crime.

Em outro caso, houve a agressão brutal de um homem contra sua ex-companheira com uma barra de ferro, descumprindo medidas protetivas.

Há ainda uma apuração de pornografia de vingança, conhecida como Revenge Porn, onde há a divulgação de fotos ou vídeos íntimos de ex-parceiros, como forma de vingança quando o relacionamento termina. Neste caso, o agressor, ciente da ilegalidade de seus atos, desafiou as autoridades, afirmando que a vítima poderia chamar a polícia e que as violências continuariam.

Como resultado da Operação “Respectus”, sete dispositivos eletrônicos e de informática foram apreendidos e passarão por perícia. Quatro homens, entre 20 e 30 anos, foram presos e encaminhados ao Presídio Regional de Canoinhas, onde permanecerão à disposição da Justiça.

A operação, que já é considerada a maior com essa temática na região, contou com o respaldo do Poder Judiciário e do Ministério Público de Santa Catarina local, e apoio operacional das unidade DIC, DPCo, NOC e PCI de Canoinhas, DPMu de Major Vieira e DPCo de Papanduva.

Notícia Anterior

PARANÁ
Corpo de mulher desaparecida é encontrado no Rio Iguaçu em União da Vitória

Próxima Notícia

POLÍTICA
Google proíbe publicidade política para as eleições municipais deste ano