Marido suspeito de matar esposa na frente dos filhos morre em acidente na BR-153

Avatar photo
Uma publicação feita pelo homem em rede social levanta a suspeita de que o acidente foi intencional.

LEIA TAMBÉM

 — PUBLICIDADE —
Whatsapp Emecar Canoinhas

Um homem suspeito de matar a esposa a facadas dentro de casa, na frente dos filhos, e usar as redes sociais para falar sobre o crime, morreu em um acidente de trânsito horas depois, segundo a Polícia Civil.

O caso aconteceu no início da madrugada desta sexta-feira (5), em Ponta Grossa, no Paraná. A vítima foi identificada como Jaine Pereira Kochanski, de 27 anos.

Luiz Cezar Batista Valter, marido de Jaine, é o principal suspeito do feminicídio.

Luiz Cezar morreu em um acidente horas depois de cometer um crime contra a esposa, Jaine — Foto: Redes Sociais

De acordo com o delegado Luiz Gustavo Timossi, testemunhas afirmaram que o casal tinha saído de casa na noite de quinta-feira (4). Ela chegou antes e o marido, logo depois.

Vizinhos afirmaram que ouviram uma discussão e, cerca de 20 minutos após a chegada do homem, ele procurou uma vizinha e pediu que ela ficasse com os filhos do casal, porque havia matado a esposa em razão de uma suposta traição, explica Timossi. “Foi um crime brutal”, afirma o delegado. Luiz Cezar fugiu na sequência.

A Polícia Civil também investiga uma postagem feita em uma rede social da vítima, que é assinada por ele.

O texto afirma que, na noite de quinta-feira (4), Jaine disse que ia à casa de uma amiga, mas que o homem descobriu que ela estava em um motel. Horas antes a jovem fez publicações temporárias de fotos de um jantar com uma amiga.

Suspeito morre em acidente na BR-153

Luiz Cezar Batista Valter morreu em um acidente de trânsito na tarde desta sexta-feira (05), na BR-153, em Tibagi, nos Campos Gerais do Paraná. A informação foi confirmada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O veículo que ele conduzia, um Honda City, bateu de frente em um caminhão. Ele morreu no local.

Divulgação PRF

Em publicação na sua rede social, pouco antes do acidente, Luiz Cezar pediu perdão aos filhos pela dor que causou: “Fiz algo que nunca mais terá como consertar na vida de vocês eu não conseguiria viver com isso“. A suspeita é que o acidente tenha sido intencional.

Não torne a vida dos seus filhos numa tragédia maior. Pensa nos dois. O que você fez é irreparável, mas você é jovem e tem 2 filhos que precisam muito de estrutura. Se entrega a polícia, paga pelo teu erro. Não torne pior a vida das crianças. Se tua idéia for tirar a própria vida, repense. Teus filhos te amam muito, e vão ter a vida ainda mais destruída se você fizer isso“, postou um amigo na mesma publicação.

Equipes da Defesa Civil e do Samu foram mobilizadas para atender ao grave acidente, porém Luiz Cezar, de 31 anos, já estava morto no local. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa.

Jaine era natural de Telêmaco Borba e será velada em na capela Municipal de Ivaí. O sepultamento está previsto para às 10h de sábado (6) no cemitério Lustosa, em Ipiranga.

As delegacias de Homicídios e da Mulher em Ponta Grossa investigam o caso.