Funcionário público de Timbó Grande é demitido por furto de pneus da Secretaria da Saúde

Pneus foram encontrados nos fundos da resididência do funcionário. Foto: Diário Timbograndense

Na tarde desta terça-feira (17), após denúncia de vereadores da Câmara de Timbó Grande, a Polícia Militar juntamente com a Polícia Civil flagraram um crime de peculato no município.

Peculato é um crime que consiste na subtração ou desvio, mediante abuso de confiança, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra ou guarda.

Escondidos nos fundos de uma residência a Polícia encontrou 50 pneus que teriam sido \’desviados\’ da Secretaria Municipal de Saúde.

O prefeito Ari Galeski soube da denúncia através de um vídeo postado nas redes sociais, quando estava a caminho de Florianópolis.

Também pelas redes sociais, Galeski publicou um vídeo, afirmando que o Secretário da Saúde já havia feito um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil:

\”Se for comprovado o envolvimento de funcionário público roubando pneu da prefeitura, nós vamos fazer sindicância, entregar pra polícia e botar o indivíduo na cadeia e demitir amanhã mesmo se for o caso\”, disse o prefeito.

Mais tarde o prefeito postou em rede social que \”Funcionário já demitido por justa causa nesse início de noite!\”

A denúncia do \”desvio\” dos pneus foi feita pelos vereadores Joscelino Cardoso, Evandro de Medeiros, Daniel Varela e a Empresa Gama de Segurança e vigilância. A Polícia Civil vai dar prosseguimento na investigação do caso.