bom_apetite_canoinhas

iptu_2024_canoinhas


Maior do Estado, São Francisco assume o 7º lugar entre os maiores portos do país

Avatar photo
Em novembro, a Antaq já tinha divulgado que São Francisco do Sul tinha assumido a liderança na movimentação de cargas entre os portos de Santa Catarina.

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) confirmou esta semana que o Porto de São Francisco do Sul alcançou o sétimo lugar no ranking dos maiores portos públicos do Brasil.

Os dados oficiais, divulgados pelo Ministério da Infraestrutura, mostram que o terminal do Norte catarinense subiu duas posições com relação ao ano anterior, quando se encontrava em 9º lugar.

O avanço foi consequência da movimentação histórica de 2023, quando São Francisco embarcou e desembarcou 16,8 milhões de toneladas de mercadorias, um aumento de 33% quando comparado com 2022.

Entre os 10 maiores portos públicos do país, foi o que mais cresceu (33%) e entre todos os 32 terminais públicos, obteve o segundo maior percentual de crescimento.

Maior porto de Santa Catarina

Em novembro, a Antaq já tinha divulgado que São Francisco do Sul tinha assumido a liderança na movimentação de cargas entre os portos de Santa Catarina, ultrapassando os terminais portuários privados Portonave e Itapoá, tornando-se o maior do Estado.

No ano passado, São Francisco também liderou no crescimento do volume de cargas entre os portos catarinenses: incremento de 33%. Na sequência, seguem Portonave (+23%) e Itapoá (+20%).

Exportação supera importação

As exportações foram responsáveis por 60% do fluxo de produtos que passaram pelo Porto de São Francisco em 2023, com 10,2 milhões de toneladas. Os maiores volumes operados foram de grãos, com 9,6 milhões de toneladas (soja, 5 milhões, e milho, 4,6 milhões), seguido pelo óleo vegetal (250 mil litros) e madeiras (196 mil toneladas).

As importações alcançaram 4,2 milhões de toneladas, com destaque para os fertilizantes (2,8 milhões).

Já o desembarque de cabotagem, movimentado pelo arrendatário Tesc, chegou a 2,5 milhões de toneladas, impulsionado pelos produtos siderúrgicos provenientes do Espírito Santo e que abastecem principalmente a empresa Arcelor Mittar, localizada em São Francisco do Sul.