Com sequelas de Covid-19, policial falece no hospital de Canoinhas

Policial Militar estava na reserva há dois anos.

Faleceu neste sábado (14), no Hospital Santa Cruz de Canoinhas, o 3º Sargento PM José Odair Pilaty, aos 48 anos.

Pilaty foi policial militar efetivo durante 26 anos e encerrou o serviço ativo em agosto de 2020. O PM era bastante popular em Rio Negrinho, onde morava, principalmente por sua atuação por mais de 17 anos no Proerd, o Programa de Educação e Resistência às Drogas, da Polícia Militar.

Certamente foi o grande responsável pelo Proerd ter alcançado o sucesso que alcançou, pois nunca mediu esforços para atender a todas as escolas e todos os alunos“, disse um amigo.

Atuou também em Rio do Sul e Joinville. Para Rio Negrinho foi transferido em 1997 e ficou até entrar para a reserva, há dois anos.

Em fevereiro deste ano veio para Canoinhas, onde moram seus filhos, e ficou aos cuidados da família, devido a sequelas de Covid-19. Familiares não detalharam a causa da morte.

Nas redes sociais, centenas de mensagens demonstram o quanto o policial era bem quisto, em toda a região e lamentam sua morte tão precoce. “Vou ter somente boas lembranças suas meu pai. Você foi um homem íntegro e de caráter”, postou sua filha, em última homenagem.

Pilaty deixa dois filhos, um neto, sete irmãos e demais familiares. Seu corpo foi velado neste sábado e seguiu para o Crematório Memorial da Saudade.

*Com informações da Polícia Militar de SC e Nossas Notícias.