Conselho da Petrobras autoriza novo reajuste de combustível

Nesta semana, o governo federal se reuniu com executivos da estatal para pressionar pela manutenção dos valores dos combustíveis.

Em reunião extraordinária nesta quinta-feira (16), feriado de Corpus Christi, o Conselho de Administração da Petrobras deu sinal verde para o aumento de combustível.

O reajuste será para diesel (14,2%) e gasolina (5,2%). O aumento será anunciado nesta sexta (17), e valerá a partir da próxima semana. 

Segundo pessoas que participaram da reunião, o presidente do conselho de administração, Márcio Weber, relatou que recebeu um ofício do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, sobre um possível programa de subvenção ao diesel e propôs que a estatal aguardasse até segunda-feira para tomar uma decisão.

José Mauro Coelho, presidente da Petrobras, argumentou que a empresa já havia esperado pela aprovação da redução do ICMS no Congresso e que não é possível esperar mais.

Em live transmitida pelas redes sociais no início da noite desta quinta, o presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre os preços dos combustíveis da Petrobras.

Disse que “a gente espera que a companhia não faça a maldade de reajustar os combustíveis.” Afirmou ainda que a Petrobras está rachando de ganhar dinheiro” e que, na semana que vem, “a gente espera trocar o presidente da empresa”.

Na última terça-feira o governo federal se reuniu com executivos da estatal para pressionar pela manutenção dos valores dos combustíveis. Houve divergência entre os conselhos, mas a decisão de manter o poder da diretoria prevaleceu.


Leia também