Bondade até na morte: homem pede alimentos e não flores no seu velório

Funcionário público estava com câncer em fase terminal e fez o pedido dias antes de morrer.

O funcionário público Ivan de Deus, morreu na última quarta-feira (29), aos 50 anos. Ivan morava em Porto Belo, no Litoral Norte catarinense, e trabalhava na prefeitura do município, de onde se afastou em maio.

Com um câncer em fase terminal, antes de morrer fez um pedido que emocionou amigos e familiares. Ele desejava que pessoas levassem alimentos para doação no velório dele, e não flores.

Na internet, amigos comentaram sobre o legado deixado por Ivan. “Tinha um coração gigante. Estava sempre pronto para ajudar qualquer pessoa que precisasse. Não tinha hora, nem tempo ruim com ele. Sempre de bem com a vida. Que Deus te receba meu amigo”, diz uma publicação.

A tia dele, Joseli Neumann, destacou que o pedido feito à família é um exemplo de amor ao próximo.

“Meu sobrinho fez um pedido para que não levassem flores, mas alimentos para quem precisa. E assim todos que o conheciam atenderam sua vontade”, disse.

Segundo a madrasta de Ivan, Márcia Jaques, a família vai começou a organizar as cestas para fazer a distribuição nesta sexta-feira (1º).

error: Conteúdo indisponível para cópia !!