bom_apetite_canoinhas

saude

Corpo de indígena é encontrado queimado em estrada de Itaiópolis

Avatar photo
Segundo a Polícia Militar, o corpo da vítima tinha sinais de espancamento, em especial na região da cabeça, além de haver tentativa de carbonização.

LEIA TAMBÉM

Whatsapp Emecar Canoinhas

Um líder indígena da comunidade Bonsucesso, que pertence a território Xokleng, em Santa Catarina, foi assassinado na noite de sexta-feira (26).

Hariel Paliano, 26 anos, foi encontrado morto às margens de uma estrada na divisa entre Itaiópolis, no Planalto Norte, e Doutor Pedrinho. O local, segundo a PM, é uma área delimitada como reserva indígena.

O caso ocorre em meio a conflitos entre a comunidade Xokleng e fazendeiros locais, que têm ameaçado as terras Xokleng.

Vice-cacique da comunidade, o jovem foi encontrado com o corpo parcialmente queimado. Segundo a Polícia Militar, o corpo da vítima tinha sinais de espancamento, em especial na região da cabeça.

Paliano teria sido vítima de uma emboscada, quando saiu de casa para comprar alimentos numa mercearia. Hariel residia em uma casa que já havia sido alvo de ataque a tiros em ocasião anterior.

Criminosos ainda teriam ateado fogo no barraco onde a vítima morava com a família. Porém, a mãe e o padrasto do rapaz, bastantes empenhados nas lutas dos Xokleng, estão em Brasília participando de mobilização contra o Marco Temporal. O Abril Indígena ocorre todos os anos e tem como foco a questão da demarcação de terras no país.

O Ministério Público Federal, em Blumenau, acompanha o caso e acionou as polícias Civil e Militar de Santa Catarina.