cursos

bom_apetite_canoinhas

Governo diz que só retoma negociação se professores em greve retomarem as atividades

Avatar photo
A categoria conta com 83.617 profissionais, número que representa mais de 50% do total de servidores do Estado.

LEIA TAMBÉM

Em entrevista coletiva nesta terça-feira (23), o secretário de Estado da Administração, Vânio Boing, afirmou que o Governo de Santa Catarina está disposto a retomar as negociações com os profissionais da Educação que declararam greve assim que as atividades forem retomadas normalmente nas escolas estaduais.

Whatsapp Emecar Canoinhas

Na manhã desta terça, para dar prosseguimento às conversas, o secretário recebeu os líderes da categoria, que optaram por seguir convocando os servidores para a paralisação.

Boing explica que, das quatro reivindicações feitas pelos servidores, três já foram atendidas final de 2023, quando o Governo do Estado anunciou o maior concurso da história da Educação de Santa Catarina, aumentou o valor do vale-alimentação e iniciou a redução progressiva para encerrar a cobrança de 14% na previdência dos aposentados.

A principal reivindicação, contudo, seria a descompactação do plano de cargos e salários.

“A proposta feita pelo sindicato faria com que o Estado ultrapassasse em muito o limite permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Nós pretendemos retomar as negociações assim que todos os servidores voltarem aos seus postos de trabalho”, finaliza.

Hoje, a categoria conta com 83.617 profissionais, número que representa mais de 50% do total de servidores do Estado. Com o concurso público anunciado, e que terá seu edital lançado ainda no primeiro semestre de 2024, serão admitidos 10.000 servidores efetivos.

Notícia Anterior

SEGURANÇA
Polícia Civil de SC atinge marca de 80% de homicídios elucidados

Próxima Notícia

NOVO HAMBURGO
Caso de bebê que recebeu leite na veia ao invés de soro é investigado no RS