É mulher guerreira que se fala? Bombeira de Canoinhas recebe homenagem no Rio de Janeiro

Avatar
Stefania é Cabo Bombeira Militar e atua  no 9º Batalhão de Bombeiros Militar em Canoinhas.

Entre os dias 4 e 6 março, o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro foi o anfitrião do VI Encontro Nacional de Bombeiras Militares.

O evento foi marcado por competições entre equipes de mulheres e muitas homenagens. Dentre as homenageadas estava a Cabo BM Stefania Adaime Veit, que atua no 9º Batalhão de Bombeiros Militar em Canoinhas.
Na tarde desta sexta (6), a Cabo BM Stefania recebeu o prêmio Molly Williams, destaque em combate no Brasil do ano de 2019, que homenageia mulheres e personalidades que se destacam pela causa Bombeiro Militar. 

Molly Williams foi a primeira bombeira feminina conhecida nos Estados Unidos e foi considerada “tão bom rapaz de fogo quanto muitos dos meninos”. Em 1818, Williams foi particularmente reconhecida por seus serviços, quando, durante uma tempestade de neve atuou bravamente enquando os bombeiros masculinos eram escassos devido a um surto de gripe. (Wikipedia)

A Cabo Stefania já havia sido promovida por ato de bravura em junho de 2019, por ter desarmado e imoblizado uma mulher, durante atendimento em ocorrência em 2017. Na época ela era soldado.

Por conta deste ato corajoso, em que colocou a própria vida em risco para garantir a segurança dos colegas e das pessoas que estavam envolvidas, a Cabo BM Stefania tornou-se a primeira mulher bombeiro militar no Brasil a ser promovida por ato de bravura na história da instituição.

A Câmara de Vereadores de Canoinhas também a homenageou por seu ato, com uma Moção de Parabenização.

MULHERES GUERREIRAS

Maria Quitéria de Jesus Medeiros foi a primeira mulher incorporada em uma Unidade Militar, no ano de 1823, durante a Guerra da Independência.

No início da década de 80 foram feitos os primeiros registros de mulheres ingressando nas Forças Armadas Brasileiras.

Em Santa Catarina o ingresso feminino na carreira militar iniciou em junho de 1983, na Polícia Militar de Santa Catarina, enquanto que no Corpo de Bombeiros Militar, desde sua emancipação, em junho de 2003, a instituição passou a contar com as primeiras bombeiras militares.

FOTOS: CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE CANOINHAS
Total
0
Shares