Em Porto União, golpistas se passam por funcionários do Bradesco para lesar morador

Avatar
Vítima entregou cartões de duas instituições bancárias, assim como as senhas, para os estelionatários.
CARTOES DE CREDITO

No início da tarde de quarta-feira (31), a Polícia Militar foi acionada para o bairro São Pedro, em Porto União, para atender uma solicitação de vítima de estelionato, que teria caído no golpe do cartão.

O morador, de idade não informada, relatou que, por volta das 13h, um homem e uma mulher estiveram na sua residência, e se apresentaram como funcionários do Banco Bradesco.

Afirmaram que precisavam do cartão do banco do vítima, pois alguém teria feito compras no valor de R$ 1.550 Reais em seu nome, e teriam que regularizar.

Os supostos funcionários levaram também um cartão da Caixa Econômica Federal. Para os dois cartões, a vítima repassou as senhas.

A PM lavrou o Boletim de Ocorrência e orientou a vítima sobre as providências a serem tomadas.

O GOLPE

Segundo a Polícia Civil, com o número do cartão em mãos, e senhas, os criminosos entram em sites na internet e compram objetos, geralmente eletrônicos, e estouram o limite do cartão, isso quando não realizam também sques em dinheiro das contas das vítimas.

O golpe do cartão já foi registrado em quase todos os municípios da região. Em São Bento do Sul, pelo menos 15 pessoas caíram no golpe, em prejuízo estimado em R$ 50 MIL.

Em Jaraguá do Sul, duas mulheres perderam R$ 12 mil. Em Canoinhas, em um só dia, quatro pessoas foram alvo dos estelionatários.

Total
3
Shares