Médico de SC tenta receber 3ª dose de vacina contra covid

Profissional já recebeu duas doses da vacina Coronavac.

O comportamento de algumas pessoas durante a vacinação contra a Covid-19 tem gerado situações imprevistas até então para as prefeituras de Balneário Camboriú e de Joinville.

Em Joinville, há moradores querendo escolher o tipo de vacina para imunização e em Balneário, um médico foi impedido de tomar a terceira dose.

Na quinta-feira (27), um médico de outra cidade tentou se vacinar pela terceira vez em um posto de saúde em Balneário alegando que queria receber a dose da Pfizer, mas já havia recebido as duas aplicações necessárias da vacina Coronavac, que foram identificadas por consulta no Sistema Nacional de Imunização. Todas as pessoas que recebem vacina entram no sistema.

As autoridades de saúde reforçam que todas as vacinas contra a Covid-19 aprovadas pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) são eficazes e reduzem a possibilidade de desenvolver formas graves da doença.

A Anvisa também determina que não seja feita a mistura de vacinas porque não há comprovação da completa imunização. Segundo especialistas, não é possível precisar quão protegidas as pessoas estarão contra o coronavírus se tomarem vacinas de doses diferentes.

Segundo a secretária da saúde do município, Leila Crocomo, após a constatação de que ele já tinha recebido duas doses, a terceira aplicação foi negada. Além disso, as pessoas devem se vacinar em suas respectivas cidades.

O médico contestou a informação, insistiu em ser atendido e a Secretaria de Saúde teve que ser notificada. A prefeitura entrou em contato com a cidade onde o homem trabalha e teve a confirmação de que o profissional já havia recebido as duas doses. A cidade do homem, identidade e idade dele não foram divulgadas.

Total
0
Shares