Santa Catarina é o estado ‘mais feliz do Brasil’, aponta FGV

Estado lidera ranking de felicidade no país com base na economia.

Levantamento do instituto Brasileiro de Economia da fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta que Santa Catarina lidera o ranking de bem-estar no Brasil.  O conhecido “índice de felicidade” leva em conta a taxa de inflação e a média de desemprego nos últimos 12 meses.

Com economia diversificada Santa Catarina passou de 9% em 2013 para 10% em 2021. (Veja ranking no final da matéria).

Considerando a questão do mercado de trabalho, no trimestre encerrado em março, Santa Catarina registrou taxa de desemprego de 6,2%, a menor do país, enquanto a maior foi enfrentada na Bahia e Pernambuco, ambos estados com 21,3%.

A região sul se destaca nacionalmente. Os estados vizinhos Rio Grande do Sul (13%) e Paraná (13,6%) aparecem em segundo e terceiro lugares, respectivamente, mantendo as mesmas posições de 2013.

Os estados da Bahia (24,7%), Alagoas (24,3%) e Sergipe (23,9%), com altos índices de desemprego, puxam a fila dos estados considerados mais “infelizes”.

“A alta empregabilidade tem muito peso para esta percepção de bem-estar do catarinense. SC ficou em 2ª lugar na geração de novos postos de trabalho em 2020 e em 3º em 2021 (janeiro a maio). O comércio e serviços, setores representados pela Fecomércio SC, são os motores do emprego e respondem por 55% do total da iniciativa privada, o que representa 1.153.519 pessoas – disse Emílio Schramm, vice-presidente da Fecomércio, entidade que representa o maior número de emprego formal no Estado.

Estados brasileiros no ranking de “infelicidade” – Pela lógica do estudo, quanto mais baixo o indicador, maior é o bem-estar da população.

Fundação Getúlo Vargas/Divulgação
Total
39
Shares