Em Porto União, jovem motorista vai à júri por três tentativas e um homicídio

Jovem é acusado de matar um motociclista e tentar matar outras três pessoas menores de idade que estavam no interior do seu carro.

Um jovem motorista acusado de, em estado de embriaguez, matar um motociclista que transitava na via preferencial, e tentar matar outras três pessoas menores de idade que estavam no interior do seu carro, vai à júri popular.

O episódio aconteceu em junho de 2019, na cidade de Porto União. O acusado vai responder por um homicídio duplamente qualificado e três tentativas de homicídio.

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri também deverá analisar as condutas de: afastar-se do local do acidente para fugir à responsabilidade; embriaguez ao volante; permitir ou confiar veículo automotor a pessoa não habilitada e fornecimento de bebida alcóolica para menores.

O episódio iniciou na cidade de União da Vitória (PR) e teve o desfecho fatídico na comarca de Porto União (SC)​. Consta nos Autos que foi detectado no réu a concentração de 0,83 miligrama de álcool por litro de ar alveolar.

Com relação às três tentativas de homicídio dos adolescentes que estavam no interior do veículo, uma delas (de 15 anos) chegou a dirigir o automóvel sem estar habilitada.

Ainda em manobras arriscadas, o réu bateu na parte traseira de um veículo. Já quanto ao motociclista que transitava no sentido correto, ao contrário do réu que trafegava na contramão, este sofreu politraumatismo, causa eficiente de sua morte.

Após a batida com o motociclista, o réu ainda tentou se evadir do local, mas duas pessoas que estavam no carro atingido anteriormente conseguiram bloquear a via e impedir a fuga.

A data para o Júri Popular ainda será definida.