Cães de raça são resgatados de maus tratos em canil clandestino em SC

Os animais foram encontrados subnutridos, presos em correntes curtas que não permitiam nem que se deitassem.

Cerca de 48 cães foram resgatados em situação de extremo maus tratos em um canil clandestino no município de Jaguaruna, no Sul catarinense, na terça-feira (20).

A ação da Polícia Civil, com apoio da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) e da Vigilância Sanitária aconteceu após uma denúncia.

Os animais, todos de raça, foram encontrados subnutridos, presos em correntes curtas que não permitiam nem que os animais deitassem, higiene precária e feridas expostas. O local não possuía abrigo contra sol e chuva e tinha forte cheiro de fezes e urina.

Um médico-veterinário que participou da ação constatou os maus-tratos. Havia cães com caquexia, fratura e sarna.

Foram encontrados no canil cães das raças akita, husky siberiano, samoieda, pastor-belga-malinois, cane corso, border collie e spitz alemão.

Os cães estão recebendo tratamento e serão colocados para adoção. Um deles estava bastante debilitado e morreu nesta quarta-feira (20)

O homem suspeito de ser o responsável pelo local foi preso em flagrante e encaminhado ao presídio. Ele já era procurado em outras cidades do estado pelo mesmo crime, mas sempre conseguia fugir.

A lei 9.605/98 prevê pena de três meses a um ano de prisão para o crime de maus-tratos, além de multa.