Homens que tentaram extorquir a família Schumacher são presos pela polícia alemã

Avatar photo
Michael Schumacher não é visto em público em 2013, quando sofreu um acidente de esqui na Suíça e teve traumatismo craniano.

LEIA TAMBÉM

 — PUBLICIDADE —
Whatsapp Emecar Canoinhas

A família do ex-piloto Michael Schumacher foi alvo de chantageadores. De acordo com o jornal Bild, da Alemanha, a polícia alemã prendeu dois homens acusados de tentarem extorquir a família do ex-piloto.

Os homens teriam chantageado os parentes de Schumacher em busca de dinheiro, sendo que teriam pedido alguns milhões de dólares. A família do atleta não se pronunciou sobre o caso. A polícia informou que não pode fornecer mais informações sobre o que aconteceu.

Os acusados foram levados até tribunal de Wuppertal, cidade próxima à Dortmund.

Segundo o jornal, os dois suspeitos podem pegar uma pena de até cinco anos de prisão, caso sejam condenados. O porta-voz do Ministério Público alemão disse ao portal que estão investigando um caso de chantagem envolvendo uma celebridade do país e que foi emitido um mandado de prisão.

Esta não é a primeira vez que a família do piloto heptacampeão do mundo sofre tentativas de extorsão. Em 2017, o pintor Hüseyin B. foi preso pelo mesmo crime.

Ele acabou sendo condenado a um ano e nove meses de liberdade condicional, além de ter que pagar uma multa de 4,5 milhões de euros e realizar serviços comunitários. Também foi obrigado a participar de sessões de terapia.

Em maio deste ano, a família Schumacher foi indenizada em 200 mil euros (cerca de R$ 1,1 milhão) pela revista Die Aktuelle, devido à publicação de uma entrevista falsa atribuída ao ex-piloto, realizada por inteligência artificial.

Desde que sofreu um acidente em dezembro de 2013, enquanto praticava esqui nos alpes franceses, a família tem preservado a privacidade de Michael Schumacher e não divulga informações sobre seu estado de saúde.