PM atende a ocorrência de ameaça doméstica e agressão em Canoinhas

Avatar photo
Um homem, com problemas psiquiátricos e usuário de drogas estava exibindo comportamento agressivo e ameaçador contra a própria mãe.

LEIA TAMBÉM

 — PUBLICIDADE —
Whatsapp Emecar Canoinhas

No dia 4 de julho de 2024, a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) atendeu a uma ocorrência de ameaça no âmbito doméstico e agressão em Canoinhas.

O incidente se desenrolou em uma residência na área central do município, onde um homem com histórico de problemas psiquiátricos e uso de substâncias entorpecentes apresentava comportamento agressivo e ameaçador.

Segundo relatos de testemunhas, o indivíduo em questão não estava seguindo o tratamento médico prescrito e, em um surto de agressividade, proferiu ameaças de morte contra sua própria mãe, além de causar transtornos na vizinhança.

Após as ameaças à família, o homem dirigiu-se para a casa ao lado, onde fez novas ameaças e exigiu dinheiro e objetos de valor.

Diante da recusa de suas demandas, ele se tornou ainda mais violento, danificando propriedades alheias e ameaçando os presentes com uma faca e um soco inglês que guardava em seu quarto.

Alertada sobre a situação, a PM se deslocou ao local e abordou o indivíduo, realizando revista pessoal. A faca e o soco inglês foram apreendidos, e o homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

A PMSC reitera seu compromisso com a segurança e bem-estar da comunidade e destaca a importância de buscar ajuda e orientação em situações de emergência.

A Rede Catarina, um programa da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), é uma iniciativa dedicada à proteção e apoio às mulheres vítimas de violência doméstica, especialmente nos casos enquadrados na Lei Maria da Penha.

Através de visitas periódicas, orientação e acompanhamento contínuo, a Rede
Catarina busca garantir a segurança e o bem-estar das vítimas, oferecendo suporte emocional e jurídico.

O programa atua em parceria com órgãos municipais, estaduais e federais, proporcionando uma rede de apoio integrada que facilita o acesso a serviços essenciais e assegura que as medidas protetivas sejam efetivamente cumpridas, contribuindo para a redução da violência contra a mulher e promovendo um ambiente mais seguro e acolhedor.