Canoinhas: transporte público estagnado há décadas é uma das demandas apontadas pela Fecomércio SC

Mapeamento aponta que é preciso inovação e revisão do atual modelo de transporte coletivo em Canoinhas, estagnado há décadas. Foto: Canoinhas Online

Um mapeamento, publicado pela Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina) nesta quinta-feira (5), apontou as principais demandas e desafios municipais dos setores de comércio, serviços e turismo em Canoinhas e em outras 8 cidades catarinenses.

O objetivo do projeto foi compreender as necessidades, anseios e gargalos dos empresários em suas regiões e disponibilizar aos futuros gestores municipais os principais pleitos em relação a cinco temas: burocracia, mobilidade urbana, educação, segurança pública e saúde.

Na avaliação qualitativa, realizada a partir de conversa guiada com empresários e representantes de sindicatos, os empresários de Canoinhas demonstraram preocupação sobre a mobilidade na cidade e entorno, que começa a apresentar problemas crescentes de congestionamento em horários de pico nas principais vias, algumas delas federais e estaduais, o que requer investimentos e obras para duplicação, terceira via ou outras medidas que criem rotas alternativas e permitam um fluxo mais distribuído. 
Também se destacaram demandas em relação a gestão municipal, especialmente no sentido de reduzir entraves burocráticos e aprimorar a segurança jurídica sem prejuízo às atividades econômicas, assim como manter uma postura mais alinhada ao planejamento estratégico de longo prazo, o que passa pelo compromisso com políticas e medidas que não se restringem a gestões e mandatos únicos.

Confira as principais demandas apontadas para Canoinhas

Apesar de ser considerada uma cidade média-pequena, Canoinhas possui diversas ligações, inclusive com municípios paranaenses, e está localizada na passagem de importantes rodovias federais e estaduais na região do planalto norte catarinense. 

A seguir são destacados alguns pontos que foram levantados pelo empresariado local como possibilidades de melhoria e resolução de gargalos observados ou esperados na mobilidade interna e externa da cidade:

―Estimular a criação de estacionamentos nos estabelecimentos, possibilitando maior fluxo e liberação de vias;

―Melhoria da mobilidade a partir da inovação e revisão do atual modelo de transporte coletivo estagnado (que não progride) há décadas;

―Articular a duplicação e aprimoramento da BR-280, SC-120 e SC-477 para melhorar ligação intermunicipal;

―Elaborar e implementar projetos voltados a melhorar a mobilidade do centro da cidade, seja através de pontes, viadutos ou reorganização de rotas com tráfego intenso ou restrições de mão única.

O perfil da frota de veículos em Canoinhas expõe que a cidade, seguindo a tendência estadual, possui maior proporção de automóveis, porém a mesma também é acompanhada por uma proporção ligeiramente maior de veículos pesados, indicando que o trânsito na cidade requer soluções de mobilidade ao nível infraestrutural, especialmente considerando a continuidade das tendências de crescimento na frota.

  • [message]
    • BUROCRACIA

A burocracia faz parte do funcionamento das organizações e órgãos públicos, garantindo que os processos sejam impessoais, estruturados e previsíveis. 

Acontece muitas vezes, porém, que a necessidade do município de se organizar e fiscalizar se converte em barreiras para a atividade econômica dos empresários e cidadãos, atrasando e prejudicando o desenvolvimento da própria cidade.
Nesse sentido, empresários da cidade apontaram alguns aspectos que promovem maior dinamismo e agilidade nas interações da gestão municipal com empresas e cidadãos:

―Priorizar na gestão municipal o planejamento estratégico de longo-prazo para alinhamento das políticas de governo;

―Incidência desigual de compromissos e regulações devido à existência de setores informais, o que gera concorrência desleal. Responsabilidade do município em coibir tal desigualdade e garantir a formalização das atividades locais;

―Promover segurança jurídica na gestão municipal, com ampla publicidade e previsibilidade;

―Simplificar e acelerar o processamento burocrático no município, especialmente no que se refere a alvarás e licenças, com melhor comunicação entre diferentes órgãos.

  • [message]
    • EDUCAÇÃO

A educação e qualificação são elementos fundamentais para o desenvolvimento da cidade. A gestão municipal possui competência predominante sobre o ensino básico, de maneira que está concentrada em suprir a demanda por creches e escolas. 

Ainda assim, algo que ficou bastante explícito durante a pesquisa é a perspectiva de que o ciclo de ensino e formação profissional compreende todos os níveis e estágios, de maneira que as demandas empresariais para a área acabam por se conectar e requerer a articulação das diversas instâncias de governo para pensar a educação no município, assim como a cooperação entre o setor público e privado na área.

―Promover adaptações dos horários de creche para convergir com jornada de trabalho comercial, considerando alternativas como turno integral, contra-turno, turnos múltiplos, etc;

―Buscar ampliar abrangência e cobertura das vagas de creches;

―Cobrir lacunas educacionais na zona rural;

―Maior interação e divulgação de oportunidades de profissionalização no município, utilizando novas tecnologias e meios de comunicação;

―Incentivar nos cidadãos, especialmente jovens, a busca por qualificação através de ferramentas e campanhas realizadas pelo município.

  • [message]
    • SAÚDE

A saúde também constitui aspecto central da gestão municipal, que geralmente se concentra na rede de atenção básica. O desempenho e cobertura da saúde pública municipal afeta diretamente a vida dos cidadãos e, por conseguinte, sua atuação na cidade na condição de consumidores e funcionários.

―Recuperação e reabertura do centro Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc);

―Aperfeiçoar articulação entre centros locais e hospitais de maior porte e complexidade, permitindo triagem reduzindo filas e encaminhamento rápido quando necessário;

―Promover incentivos para expansão no município da rede pública e privada de saúde.

  • [message]
    • SEGURANÇA

A segurança pública, apesar de ser principalmente competência do Governo do Estado, a gestão municipal também pode ajudar a promover seu desenvolvimento através de ações mais localizadas e articulações com outras instâncias. 

Alguns dos pontos considerados importantes neste aspecto, segundo empresários da cidade, são listados abaixo:

―Articular e implementar políticas voltadas para juventude, como atividades recreativas e esportivas, a fim de melhor integrar o contraturno escolar com práticas sadias e vantajosas;

―Desenvolver soluções para a população em situação de rua que atuem no sentido de prevenir mais pessoas nessa condição no município, assim como criar canais de reabilitação e reinserção social, evitando potenciais riscos futuros à segurança pública.


SOBRE O LEVANTAMENTO
O projeto de pesquisa Demandas Municipais do Setor de Comércio, Serviços e Turismo em Santa Catarina foi desenvolvido e encabeçado pela Fecomércio SC em parceria com os sindicatos filiados em nove cidades: Blumenau, Criciúma, Concórdia, Chapecó, Florianópolis, Itajaí, Joinville, Canoinhas e Lages.
O levantamento de Canoinhas contou com representantes de sindicatos e empresários do setor de comércio varejista de alimentos, peças e setor de serviços contábeis. 

Levantamento com empresários canoinhenses mapeou as principais demandas do município para nortear os candidatos e futuros governantes.