Projeto fantasma: vereadores de Canoinhas cobram novamente projeto asfáltico para a Rua Otto Friedrich

Avatar
Rua Otto Friedrich em imagem captada em 2011 – Google Street View

Em sessão ordinária na noite de segunda-feira (8), na Câmara de Canoinhas, vereadores voltaram a cobrar da prefeitura o projeto para pavimentação asfáltica da Rua Otto Friedrich, no bairro Sossego, o qual está sendo discutido há quase 3 anos. As primeiras indicações para o asfaltamento da rua começaram ainda em 2017.

Em março de 2018, a vereadora Norma Pereira havia solicitado à prefeitura de Canoinhas e às secretarias de Planejamento e de Obras, a realização de um projeto de pavimentação asfáltica que contemplasse um trecho da rua Otto Friedrich, entre a Roberto Elke e a Álvaro Soares Machado.

Na ocasião, a então Secretária de Planejamento, Viviane Collares, respondeu a solicitação positivamente, citando inclusive quanto a obra custaria.

Um ano e meio depois (em outubro de 2019), cerca de 15 moradores da rua Otto Friedrich estiveram reunidos com vereadores para reivindicar melhorias, e cobrando a prometida  pavimentação asfáltica.

Nesta reunião, com vereadores e o prefeito, ficaram sabendo que o projeto para a pavimentação ainda nem existia, sendo então solicitado ao município que o elaborasse. 

Cinco meses depois (em fevereiro de 2020), uma representante dos moradores da Rua Otto Friedrich utilizou a tribuna da Câmara, para levar a notícia aos vereadores que, conforme contato dos moradores com a prefeitura, o projeto já está concluído. 

Passaram-se as semanas e o meses, e quase ao final de 2020, o projeto ainda não apareceu.
Na noite de hoje (9), o vereador Coronel Mário elaborou um requerimento endereçado ao prefeito Beto Passos e ao secretario Municipal de Planejamento, João Linzmeier, questionando, mais uma vez, a previsão da confecção do tão comentado projeto executivo para a pavimentação asfáltica da Rua Otto Friedrich.
Coronel Mário lembrou que a Câmara recebeu uma comitiva, composta pelos moradores, e que houve um compromisso, na ocasião, da prefeitura: 

\”Moradores daquela rua me cobraram essa questão […] Com uma resposta oficial eu posso informar os moradores sobre a conclusão do projeto […] Havia um compromisso, ao menos de que o projeto fosse confeccionado […] na Secretaria de Planejamento me informaram que está sendo feito, só não sei a data de conclusão desse projeto\”, informou o vereador. 

O presidente da casa legislativa, Paulinho Basílio, também relembrou a ocasião da reunião com os moradores:

\”Os moradores nos procuraram, e na prefeitura, ou faltaram com a verdade ou não sabiam o que estavam dizendo, porque afirmaram naquele momento que já existia o projeto e nós passamos todo esse tempo e esse projeto ainda não existe. Acredito que pela demora é um projeto muito bem feito porque senão não faria sentido demorar tanto assim […] ou o projeto sumiu ou alguém estava confuso naquele momento\”, disse o vereador.

Basílio também solicitou ao autor do requerimento, vereador Coronel Mario, permissão para que toda edilidade assinasse o documento, \”para mostrar força e união nessa causa, aos moradores que merecem todo nosso respeito\”.
Com relação ao assunto, a reportagem do Canoinhas Online consultou o site oficial da Prefeitura de Canoinhas, e uma rápida pesquisa resultou em um edital para contratação de empresa para confeccionar o tão falado projeto para pavimentação da Otto Friedrich, conforme se pode observar no print abaixo. 
Imagem: Reprodução/Prefeitura de Canoinhas
O projeto em questão é o mesmo que, segundo a prefeitura, já estava concluído lá em fevereiro. Quando da abertura do documento, houve a constatação de que, apesar de estar em letras garrafais que o edital se referia a projetos de pavimentação asfáltica, na verdade se trata de projeto para execução de reforma e ampliação de Centro de Educação Infantil(?).

Provavelmente foi só uma \’confusão\’ ou um \’erro de digitação\’, que logo será consertado. Infelizmente, para os moradores da Rua Otto Friedrich, ainda não é desta vez que o tão esperado projeto saiu.

Para que não haja contestação quanto a veracidade da informação acima, a reportagem fez um vídeo de tela, com a data e horário, do edital em questão, que pode ser visto abaixo.

Prefeitura afirmou aos moradores, em fevereiro deste ano, que o projeto já estava concluído, mas até a presente data não há sequer indício de que alguma empresa tenha sido contratada para elaborar tal projeto.

Total
0
Shares