Prêmio Inovação: canoinhense está entre os finalistas

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) é responsável por sua organização.

Igor José Langer, da Universidade do Contestado (UNC – Canoinhas), está entre os 37 finalistas no Prêmio Inovação Catarinense Professor Caspar Erich Stemmer, na categoria Estudante Universitário Inovador.

Ele é um dos seis representantes do Norte e Planalto Norte de Santa Catarina – os outros cinco são empresas.  

O prêmio tem o objetivo de incentivar e reconhecer os esforços bem-sucedidos de gestão da CTI (Ciência, Tecnologia e Inovação) que auxiliam no desenvolvimento dos ecossistemas de empreendedorismo inovador no Estado.

A cerimônia de premiação será realizada no dia 27 de junho, às 14h, na sala de cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis.  

O prêmio é dividido em 10 categorias: Agente de Inovação; Pesquisador (a) Inovador (a); Estudante Universitário Inovador; Professor (a) Inovador (a); Jovem Estudante Inovador; ICT Inovadora; Inovação em Produto (categoria incluída em 2022); Inovação em Serviço ou Processo; Inovação de Impacto Socioambiental; e Governo Inovador.

O valor total do edital é de R$ 420 mil. Cada categoria premiará os três primeiros colocados que, além de certificado e troféu, receberão, respectivamente, R$ 15 mil; R$ 10 mil e R$ 5 mil.

O prêmio, criado por meio da Lei 14.328, de 2008 (Lei Catarinense de Inovação), homenageia a memória do Professor Caspar Erich Stemmer, personalidade catarinense de destaque nacional no desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI).

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) é responsável por sua organização.

Das cinco empresas, três são finalistas na categoria Inovação em Produto, que neste ano foi subdividida em cinco subcategorias focadas em áreas estratégicas da indústria catarinense. 

A Mind Foods, de Campo Alegre, concorre na subcategoria Produto Agropecuário. As outras duas são de Joinville: A Ciser é finalista na subcategoria Design Industrial, e a Diklatex Industrial Têxtil em Produto Têxtil.  

As outras duas empresas da região também são da maior cidade do Estado. A Tupy concorre na categoria Inovação em Serviço ou Processo, e a Whirlpool SA na categoria Inovação de Impacto Socioambiental. 


Leia também