Licença para dirigir na China pode demorar até 10 anos e custa R$ 145 mil

Avatar photo
Política para compra de carros a combustão é utilizada nas cidades mais populosas para controlar a poluição.

LEIA TAMBÉM

 — PUBLICIDADE —
Whatsapp Emecar Canoinhas

No Brasil, qualquer pessoa que puder pagar por um veículo, pode adquirir um. Os brasileiros, aliás, podem até ter mais de um modelo na garagem sem precisar de tanta burocracia.

Do outro lado do mundo, nas cidades mais populosas da China, a história é bem diferente. As cidades de Pequim e Xangai, por exemplo, tem uma política rígida para a compra de carros a combustão e a licença para dirigir custa ¥5 200 mil (200 mil yuan) cerca de R$ 145 mil reais.

Nesses municípios, só é possível dirigir depois de ter uma placa, porém, cada cidadão só tem direito a uma licença, ou seja, é impossível ter mais de um veículo.

Além disso, quem nasce nas cidades ou mora lá há muito tempo precisa se inscrever em um sorteio para conseguir a licença, em que apenas uma em cada 2.280 pessoas é premiada.

Isso faz com que o tempo de espera, às vezes, chegue a 10 anos. As regras foram criadas para controlar o trânsito e, principalmente, a poluição.