Lei sancionada por Moisés extingue Escrivania de Paz em Canoinhas

Avatar
As Escrivanias de Paz fazem praticamente as mesmas funções de um Cartório.

O governador Carlos Moisés atendeu a uma antiga demanda do Sul do Estado e sancionou a Lei 18.070/2021, que cria a Escrivania de Paz no município de Balneário Rincão, na comarca de Içara. A informação foi publicada nesta terça (12), pelo governo do estado. 

Os serviços do cartório, como registros, escrituras, e autenticação de documentos, vão beneficiar quase 13 mil habitantes, que precisavam se deslocar para outras cidades.

Pela lei, de autoria do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, também ficam extintas a Escrivania de Paz do Distrito de Pinheiros e a Escrivania de Paz do Distrito do Campo d’Água Verde, em Canoinhas. 

Em novembro de 2020, o vereador Wilmar Sudoski havia comemorado a abertura de Concurso Público com uma vaga para a Escrivania de Paz, que seria instalada no Distrito de Campo d’Água Verde.

“Cartório era uma das poucas coisas que ainda não tínhamos aqui no Campo”, afirmou Sudoski na ocasião, que lembrou do empenho do ex-deputado Antonio Aguiar e do deputado Maurício Eskudlark, que também auxiliaram para a vinda de uma Escrivania de Paz para o Campo d’Água Verde. 

“Agora o campo está sendo contemplado com um cartório, que é uma luta da gente. E foi uma luta longa que demandava não só da gente, mas também do Tribunal de Justiça. Essa é uma conquista para todo o município de Canoinhas”, comemorou o vereador.

Infelizmente a Escrivania de Paz no Campo d’Água Verde foi extinta antes de se tornar realidade.

Total
0
Shares