Lei aprovada em Três Barras beneficia pacientes com Fibromialgia

A lei também vai instituir o Dia da Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia no município

ASCOM – Foi aprovado em definitivo um Projeto de Lei que beneficia pacientes com Fibromialgia no município de Três Barras. Com apoio de todos os vereadores, o texto, de autoria da vereadora Josecleia Maria de Souza Simas Gazaniga (MDB), agora segue para sanção do Prefeito.

A lei busca dar mais atenção e conforto às pessoas nesta condição. A matéria especifica que órgãos públicos, empresas públicas, concessionárias de serviços públicos e empresas privadas localizadas no município, serão obrigadas a atender preferencialmente, durante todo o expediente, pessoas com fibromialgia.

Para aplicação da lei, estas pessoas ficam autorizadas a utilizarem as filas de atendimento preferencial já
destinadas aos idosos, gestantes e pessoas com deficiência. A identificação ocorrerá com a carteirinha do paciente.

O texto também autoriza o executivo a disponibilizar, juntamente com a listagem de medicamentos básicos, os analgésicos, anti-inflamatórios, antidepressivos e os neuromoduladores, que são atualmente a principal medicação utilizada por estes pacientes.

CONSCIENTIZAÇÃO

A lei também vai instituir o Dia da Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia em Três Barras, que será comemorado, anualmente, no dia 12 de maio, com palestras, debates e ações com profissionais da área sobre a conscientização e orientação a respeito da doença.

Ao representar o tema, Josi lembrou do desconforto que acomete tais pacientes, especialmente em filas de atendimento, causa-lhes grandes sofrimentos, que pode ser amenizado com um tratamento preferencial reduzindo o tempo de permanência dessas pessoas nos locais onde necessitam ser atendidas. “É, na verdade, uma questão de dignidade do ser humano, haja visto o sofrimento causado pela doença”, destacou.


Leia também