SC-477: “Quantas vidas precisarão ser ceifadas para tomar uma atitude?”

Sérgio Roberto Lezan, um dos organizadores do protesto a favor da revitalização da SC-477, usou a tribuna livre na Câmara de Vereadores de Canoinhas na última segunda-feira (13), para pedir apoio ao movimento.

\”—Chegamos a uma situação de calamidade pública com relação às condições da rodovia. Temos uma média de 25 a 30 carros danificados por dia\”.

Lezan lembrou dos inúmeros acidentes já ocorridos na rodovia, entre eles o que vitimou o motociclista Clércio Lima, de 31 anos. Ele caiu após tentar desviar de um buraco na pista. A motocicleta deslizou e bateu em um carro.

Lima ficou foi hospitalizado em estado grave mas não resistiu aos ferimentos, morrendo uma semana depois.

\”―E eu lhes pergunto vereadores: será preciso morrer 10, 12 pessoas dentro de um ônibus? Quantas vidas precisarão ser ceifadas para chegar ao ponto de tomar uma atitude?\”

Capotamento na SC-477/Arquivo

Lezan reforçou o pedido aos vereadores de Canoinhas para que intercedam em nome da sociedade: “—Venham a somar conosco para que possamos pressionar o governador do estado. Temos que ser ouvidos”, concluiu.

Vereador Coronel Mario parabenizou o colega militar e os demais participantes do movimento, destacando que essas \”pessoas estão sendo a voz da comunidade regional\”. 
Mencionou os diversos requerimentos que todos os vereadores já enviaram para governadores, deputados estaduais, Secretaria de Infraestrutura, Deinfra e outros. “—Estamos cobrando, mas infelizmente obtivemos poucas respostas positivas”. 
Citou que há trinta dias a Câmara de Vereadores recebeu uma resposta de um requerimento, onde informa que é necessário em torno de 19 milhões para revitalização total da SC-477. “—A solução infelizmente ainda será paliativa, para algo em definitivo, vai demorar um pouco”.

Acidente ente Canoinhas e Major Vieira/Arquivo

Vereadora Norma Pereira, propôs que, ao apresentar os pleitos de melhoria para a SC-477, \”devemos apresentar números, impostos que geramos/arrecadamos e o que produzimos na região\”, concluiu Norma. 

\”—Há um tempo atrás a demanda era uma, hoje temos outra realidade, o governador precisa saber a importância da nossa região para o estado e dessa rodovia também\”.

Paulo Basílio, salientou a falta de representatividade da região do planalto norte no Governo do Estado, o que dificulta a comunicação direta com a população regional.

Wilmar Sudoski, lembrou que \”não cabe aos vereadores legislar nesse trecho de estrada, porém cabe a nós reivindicar sim, devemos cobrar\”. 

Sudoski, recorda que desde a inauguração, na época governador Esperidião Amim, não lembra de uma revitalização ou melhoria nesse trecho da rodovia.
Presidente da Câmara, Célio Galeski, falou que o assunto SC-477 tem sido recorrente na Câmara de Canoinhas. Lembrou dos tempos da descentralização. \”—Com o secretário regional aqui, os reparos eram pleiteados e eles aconteciam com mais frequência\”. 
\”—Outros governadores já passaram pelo comando do nosso estado e pouco foi feito. Acreditamos que o Governador Moisés deverá pautar como prioridade essa revitalização e é urgente, sabemos do valor e também como está o estado financeiramente, mas essa via não pode ficar assim\”. 
Segundo Célio, a Amplanorte, através dos seus dez municípios, escolheram como prioridade número um a revitalização dessa via.

Uma nota divulgada pela organização do movimento, informa que \”as manifestações foram importantes e o governo começou a realização de tapa buracos e farão a limpeza da beira da rodovia. 

Houve uma grande repercussão nos meios de comunicação e a imprensa ainda está acompanhando os trabalhos; 

Os grupos permanecerão em constante observação para divulgação dos trabalhos que o governo comprometeu fazer;

Vamos permanecer cobrando melhorias até que nosso objetivo seja alcançado; 

Vamos dar um tempo nas manifestações se caso não houver melhoria vamos novamente fazer protesto a beira da SC477\”, finaliza a nota.

Total
0
Shares