Idoso é assassinado porque pregava a palavra de Deus e incomodava vizinho, em Três Barras

Crime aconteceu na manhã desta quinta-feira, no bairro São Cristóvão.

Correção: Até as 17h50 informamos que o autor do crime era vizinho da vítima, porém, de acordo com a Polícia Militar, ambos residiam na mesma casa.

Na manhã desta quinta-feira (27), um idoso morreu após ser atingido por golpes de martelo e ter o corpo carbonizado. O crime foi cometido por volta das 10h, na Rua Canoinhas, no bairro São Cristovão em Três Barras.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito do crime, de 45 anos, foi preso logo em seguida. Ele relatou aos policiais que a vítima estava pregando a palavra de Deus logo cedo, que este fato o incomodou e iniciou-se uma discussão entre eles.

Ele e a vítima faziam parte da mesma igreja e por isso dividiam a residência. Contudo, na manhã desta quinta, o suspeito “se enfureceu” com a pregação do idoso e acabou desferindo marteladas contra ele, após uma discussão.

A vítima ficou caída em sua cama, segundo os policiais, e foi neste momento que o suspeito colocou fogo no colchão. A residência era de madeira e o fogo acabou se alastrando. 

Corpo foi encontrado carbonizado entre os escombros. Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O Corpo de Bombeiros foi acionado e durante o combate o corpo do idoso, de 63 anos, foi encontrado nos escombros totalmente carbonizado.

Populares, e o próprio autor do crime, disseram tratar-se de Pedro Milchelski, de 63 anos, que morava no local. O suspeito foi preso em flagrante por homicídio doloso.

Momento em que o suspeito se entrega à Polícia.

O local foi isolado e acionada Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias. Somente um laudo irá apontar se causa da morte foram os golpes de martelo ou o incêndio.

Total
0
Shares