Identificada vítima de afogamento nas águas do Rio Negro em Mafra

Vítima era Policial Penal, lotada no Presídio Regional de Jaraguá do Sul.

A mulher que morreu vítima de afogamento na segunda-feira (31), foi identificada como Eliane Gontarski, de 49 anos. Eliane era Policial Penal e trabalhava no Presídio Regional de Jaraguá do Sul.

Em página oficial do Governo, a Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) e Departamento de Administração Prisional (Deap) emitiu nota de pesar sobre sua morte trágica: “Reconhecida pelo seu comprometimento com o trabalho e simpatia“, diz a nota. “Desejamos força aos familiares, amigos e colegas de trabalho neste momento de dor“.

O corpo de Eliane foi encontrado pelas equipes de busca do Corpo de Bombeiros de Mafra por volta das 16h15, próximo as pontes Rodrigo Ajace e Ponte Velha do Rio Negro.

De acordo com os socorristas, os trabalhos de busca e resgate se estenderam por cerca de 6 horas. O trabalho começou logo após serem acionados por um popular, às 9 horas da manhã.

Bombeiros usaram lanchas e mergulhadores em busca da vítima. Foto: Corpo de Bombeiros

O solicitante relatou que passava com sua moto pela ponte nova, quando viu muitas pessoas olhando para as águas do Rio Negro. Nesse momento diz ter avistado uma mulher, de cabelos negros e longos, se debatendo na água e em seguida afundou, não sendo mais vista.

As equipes de mergulho encontraram o corpo no fundo do rio, sendo resgatado e conduzido próximo a rampa do Peri, acionando em seguida as polícias civil e militar e o Instituto Geral de Perícias (IGP). A vítima teria pulado da ponte.

Total
0
Shares