Menina é encontrada enforcada em estábulo da fazenda da família, em Alagoas

Avatar photo
De acordo com as investigações, não existem rastros de invasão na fazenda. O caso segue sendo um mistério.

LEIA TAMBÉM

 — PUBLICIDADE —
Whatsapp Emecar Canoinhas

Maria Catharina, de 10 anos, foi encontrada morta, enforcada, dentro do estábulo da fazenda da família, na zona rural de Palmeira dos Índios, em Alagoas. O fato aconteceu na última segunda-feira (8).

Os pais deixaram a garota sozinha e, quando voltaram para casa, a encontraram sem vida. De acordo com as investigações, não existem rastros de invasão na fazenda. O caso segue sendo um mistério.

Os pais teriam se ausentado para levar o filho menor até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, uma vez que o menino se feriu no estábulo de cavalos, enquanto brincava com a irmã. Ao retornarem da UPA, os pais se depararam com a cena da menina já sem vida.

A menina inicialmente foi levada para ao Pronto Socorro pela família, mas no meio do caminho foi transferida para uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Já na Sala Vermelha da UPA, segundo informações do portal TNH1, “foi identificada sinais de enforcamento, sulco em região cervical, horizontal, petéquias na face, cianose central e pupilas midriáticas, sem reflexos presentes”, relatado no prontuário da menina.

O corpo foi recolhido e levado ao Instituto Médico Legal, em Arapiraca, onde foi necropsiado.

O chefe de Operações da Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, Diogo Martins, informou que a Polícia Civil de Alagoas instaurou um inquérito para apurar as causas e circunstâncias do suposto suicídio cometido pela menina. 

“Como foi uma morte violenta, vamos instaurar um inquérito para saber o que de fato aconteceu. Estamos esperando somente o sepultamento, respeitando o luto das pessoas próximas, mas depois vamos intimar os familiares para colher os depoimentos”, adiantou o delegado.