Onde será investido o recurso que seria destinado à Fesmate?

Avatar
Vereadores solicitam informações sobre recursos da Fesmate que devem ser repassados para o combate a Covid-19.
Parque de exposições de realização da Fesmate em Canoinhas

As vereadoras Tati Carvalho (MDB), Juliana Maciel (PSDB), Zenilda Lemos (MDB), e ainda o vereador Marcos Homer (PODEMOS) apresentaram na sessão de terça-feira (9), um requerimento solicitando informações ao prefeito Beto Passos quanto aos recursos da Festa Estadual da Erva-mate (Fesmate/2021), que foi cancelada, e o valor que seria investido deverá ser encaminhado para o combate a Covid-19.

Os vereadores querem informações de qual o valor seria usado para a Fesmate em 2021; se com o cancelamento da festa o recurso será repassado ao Hospital Santa Cruz; e o que efetivamente será comprado com o valor e qual o prazo para a compra.

A vereadora Juliana Maciel ressaltou que os vereadores autores do requerimento ficaram sabendo do cancelamento da festa e do envio do recurso para o combate à pandemia, mas não especificamente como será destinado esses valores.

“Tivemos as informações por meio de jornais e redes sociais. Pelo menos para nós, e imagino que para a comunidade também, não ficou bem claro no que será feito o investimento desse valor, qual é esse valor, como que ele será utilizado, no que ele será utilizado, qual é o planejamento para a utilização desses valores no combate a covid-19”, comentou a vereadora.

Juliana ainda lembrou a importância dos investimentos na saúde pública. “Soubemos desse assunto, do cancelamento da Fesmate, e nem tinha como ser diferente, é um ano que as comemorações devem ficar mais restritas, e que os investimentos e o nosso próprio empenho sejam destinados ao bem da saúde pública”, disse.

O vereador Willian Godoy (PSD) comentou que esteve, juntamente com outros vereadores, em reunião com o prefeito e com o vice, e cobraram para que os recursos da Fesmate pudessem ser utilizados no combate à pandemia.

“Nós cobramos que esse valor fosse repassado para o combate da Covid, tendo em vista que estamos passando por uma situação bem complicada”, disse.

O vereador Willian ainda ressaltou que o planejamento da secretaria de saúde é a instalação de respiradores dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), assim o paciente que por ventura necessite aguardar por vagas de UTI poderá ter o equipamento a disposição caso seja necessário, e que na reunião foi sugerido a utilização do recurso da Fesmate para compra desses respiradores.

A vereadora Tati Carvalho comentou que a população está cobrando dos vereadores informações sobre o valor, e onde será investido.

“Várias pessoas enviaram mensagens cobrando de nós sobre essas informações, como não estávamos presentes nessa reunião, porque nem sabíamos que haveria reunião, nós nos comprometemos a trazermos por meio desse requerimento, as dúvidas dessas pessoas que nos procuraram, e agradeço ao vereador Willian pelas informações”, afirmou a vereadora Tati.

O vereador Maurício Zimmermann (PL) ressaltou que os vereadores solicitaram ao executivo a reunião, em razão do aumento de casos confirmados de Covid em toda a região. “Nós que solicitamos essa reunião para sabermos de que forma poderíamos auxiliar o executivo, fomos bem atendidos pelo prefeito Beto e pelo vice Pike, inclusive a reunião foi no domingo, e levantamos diversas situações onde poderia ser trabalhado. Essa é uma forma de tentarmos auxiliar ao máximo nossa comunidade, foi inclusive realizada uma live para esclarecer a população. E conversando com a secretária de saúde a falta hoje é de respiradores. Concordo com o requerimento para esclarecer, mas acho que foi bem divulgado sim”, comentou o vereador.

O vereador professor Osmar (PSD) ressaltou que o momento está bastante grave e que deve ser de muita cautela. “O requerimento faz até justiça para explicar os dados, mas foi algo nosso, dos seis vereadores. Pensamos juntos para que o quanto antes esse dinheiro da Fesmate possa ir para salvar vidas, pois estamos precisando”, comentou.

O vereador Marcos Homer ressaltou a importância da transparência sobre os recursos públicos. “É importante sermos transparentes já que não temos nada a esconder. Temos que ter os dados mais específico possível de quanto que vai ser investido, porque o povo cobra, e somos cobrados porque nós optamos em ser vereadores, e sim a gente deve ser cobrado pela população, por isso necessitamos desses dados”, finalizou o vereador Homer.

Total
1
Shares