‘Se não pedir não vem’: vereadores buscam recursos junto ao governo do estado

Habilitação de leitos de UTI pediátrica está entre os estudos solicitados.

Prioridade para restauração da SC-477, investimentos para o Hospital Santa Cruz e reabertura do Hemosc de Canoinhas foram algumas das demandas apresentadas na última terça-feira (23) durante sessão ordinária na Câmara de Vereadores.

Tati Carvalho, Juliana Maciel, Zenilda Lemos, Marcos Homer fizerem um requerimento para que seja encaminhado ofício ao Governador Carlos Moisés, solicitando estudos sobre a possibilidades das demandas elencadas (veja abaixo). Ao final da leitura, o vereador Vilmar Sudoski solicitou para também assinar o requerimento, expondo que devido a importância deveria ser assinado por toda a edilidade, porém ninguém mais se manifestou.

  • Investimento de R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais) para implementação da alta complexidade em pediatria no Hospital Santa Cruz de Canoinhas, habilitando inicialmente dois leitos de UTI Pediátrica e 8 leitos de enfermaria pediátrica, beneficiando a região com o atendimento de crianças de 0 a 14 anos;
  • Investimento de R$ 8.000.000,00 (oito milhões de reais) para construção de um novo Batalhão para o 9º Batalhão de Bombeiros Militar, cuja região de comando abrange 15 municípios do Planalto Norte e o prédio existente tem a mesma estrutura de 37 anos atrás;
  • Prioridade nos trâmites da restauração da SC 477, entre Canoinhas e Papanduva, considerando que o trecho se encontra em situação precária;
  • Atualização de Decreto Estadual para que a isenção de IPVA e ICMS aos portadores de deficiência física, visual, mental severa ou profunda e autistas, para aquisição de veículos automotores cujo valor de venda ao consumidor final passe a ser de até R$ 140.000,00 (cento e quarenta mil reais), a fim de acompanhar as modificações trazidas pela Lei Federal nº14.183/2021;
  • Reabertura do HEMOSC com agência transfusional em Canoinhas.

Em outubro, a vereadora Juliana Maciel teve a oportunidade de estar pessoalmente com o governador do estado e entregar em mãos as demandas apresentadas, porém viu a necessidade do trâmite passar também pela Câmara para que os pedidos sejam registrados e assim reafirmando o compromisso para que o governo do estado responda às indagações.

“Não podemos deixar apenas em pedidos, queremos explicações”, afirmou a vereadora, lembrando ainda que todos os pedidos são voltados para o bem comum de Canoinhas e região e através do requerimento há um prazo regimental para que o governo apresente a resposta.